Como podemos impedir que a água se torne uma vítima da indústria da moda? Você sabia que 8% da geração mundial de energia é utilizada para fazer o bombeamento, tratamento e transporte de água para pessoas de todo o mundo? Acrescente a isso a demanda e processos altamente poluentes que a indústria têxtil de de moda utilizam a água de forma totalmente irresponsável.

Pessoas de todo o mundo estão atentos ao mal uso dos reservatórios de água ainda mais com as constantes secas que estão acontecendo por todo planeta, inclusive no Brasil que tem uma das maiores reservas de água doce do mundo. Milhões de pessoas ao redor do mundo que vivem em favelas e áreas rurais empobrecidas tem que sobreviver sem acesso a água potável, saneamento básico adequado, serviços de alimentos e energia suficientes.

15 fatos alarmantes de como a indústria da moda desperdiça água stylo urbano-1

A água juntamente com o oxigênio, são partes essenciais da vida pois sem eles não existiriam animais, plantas ou seres humanos no planeta. Mas mesmo assim, para alimentar a sempre crescente demanda do consumismo exagerado e irresponsável criado pela obsolescência programada das grandes corporações, mais e mais recursos preciosos como a água e o ar vão sendo contaminados.

O exemplo mais visível desse desastre é o que aconteceu na China que para “alcançar o progresso” se tornou o maior fabricante do mundo, e como resultado de tanto “progresso” teve grande parte de seu solo, ar e água totalmente contaminados.

A China precisa de U$ 322 bilhões por ano para combater poluição e isso equivale a 3% do produto interno bruto do país. Quem paga a conta disso? Veja nessas reportagens (1 , 2, 3 e 4) do Epoch Times a crise da água e crise alimentar da China, que é também a maior fabricante de roupas do mundo e está também passando por uma crise.

Cidades têxteis nas sombras da Poluição

“Se não dissermos nada e fingir que está tudo bem, o que vai ser da vida das gerações futuras? Como eles vão sobreviver neste tipo de poluição? Quando nossos descendentes vierem nos prestar suas homenagens, eles não vão nos agradecer . Eles vão dizer, o que estavam fazendo os nossos antepassados? Eles já sabiam sobre esse problema e eles não disseram nada? O que eles estavam pensando? ” – Wei Dongying, ativista ambiental, ChinaEm todo o mundo as pessoas estão vivendo com os impactos da poluição da água tóxica. Juntos podemos ajudar a mudar isso.

O Brasil tem os maiores reservatórios de água doce do mundo e por causa disso o país polui e descarta esse valioso recurso como se ele nunca fosse acabar. Veja essa lista de 15 fatos sobre o desperdício de água, e como eles se relacionam com a indústria da moda. Quantos deles você conhece?

1. A indústria da moda é a segunda maior consumidora de água no mundo. Business Vibes

2. As investigações do Greenpeace revelaram que a maioria dos itens de vestuário de grandes marcas de moda como GAP, Vero Moda e Calvin Klein que foram testados pela organização continham produtos químicos perigosos. Alguns destes produtos químicos, a maioria vem da China, lançam hormônios e até mesmo produtos químicos quando lavados nos cursos de água causando câncer. Water World

3. Um estudo realizado pela Universidade de Cambridge descobriu que a indústria do fast fashion usa aproximadamente 70 milhões de toneladas de água.  Ncbi

4. Em 2010, a indústria têxtil ficou em terceiro lugar geral na descarga de águas residuais no montante de 2,5 bilhões de toneladas de águas residuais por ano. Treehugger

5. Para produzir uma calça jeans de alta qualidade, 3.480 litros de água (53 chuveiradas de 7 minutos) são usados.  Buddha Jeans

6. Os trabalhadores agrícolas e artesanais na Inglaterra sofrem da exposição ao organofosforado pela vermifugação de ovelhas. O processo de fabricação da fibra têxtil – branqueamento, tingimento e acabamento – usa ainda mais energia e água, e provoca ainda mais poluição. fibre2fashion

7. O algodão representa 90% de todas as fibras naturais utilizadas na indústria têxtil, com uma planta de algodão utilizando mais de 30.000 litros de água para criar 1 kg de algodão. 1 camisa de algodão usa aproximadamente 2.700 litros de água. worldwildlife

15 fatos alarmantes de como a indústria da moda desperdiça água stylo urbano-2

8. A cultura do algodão usa grandes quantidades de água, e precisa de irrigação extensiva quando cultivadas fora do seu ambiente natural. Ethical Fashion Forum

9.  O Mar de Aral diminuiu em três quartos ao longo das últimas décadas, depois que a água foi desviada de dois rios para alimentar as plantações de algodão. Make Do and Mend

10. Estima-se que 17 a 20% da poluição da água industrial vem de tingimento e tratamento têxtil. The Guardian

11. Uma camiseta feita de algodão orgânico não significa que ela é sustentável se for tingida da mesma forma como um camiseta normal. Até 600 litros de água podem ser precisos para tingir 1 kg de tecido. Shop Ethical

12. Estima-se que 17 a 20% da poluição da água industrial vem de tingimento e tratamento têxtil e um número estimado de 8.000 produtos químicos sintéticos são usados em todo o mundo para transformar matérias-primas em produtos têxteis, muitos dos quais serão libertados para fontes de água doce. Shop Ethical

13. Os padrões de uso da indústria da moda impactam o perfil global da água através da utilização de pesticidas para o cultivo de culturas de fibras, e a descarga de águas residuais provenientes de tingimento e hábitos de lavanderia em casa . The Guardian

14. Através da Better Cotton Initiative, o World Wildlife Fund ajudou 75.000 agricultores a reduzir o seu consumo de água em 39% e aumentar os lucros em 11%. Além disso, as principais marcas têxteis estão olhando para a produção de algodão mais eco-sustentáveis.  Huffington Post

15. 40% das águas superficiais da China estão totalmente poluídas . Greenpeace

Gastos de água numa plantação de algodão e na produção de peças de algodão. 

O processo de lavanderia sem água da Levi é um processo de conservação de água que permite que a empresa utilize uma média de 28% menos, e às vezes até 96% menos água para terminar seus jeans. Até agora, a coleção tem reduzido o uso de água pela empresa em mais de 172 milhões de litros. Assista ao processo abaixo.

Uma série de imagens espantosas foram produzidos para destacar a verdade tóxica que está por trás do glamour da indústria da moda. A série de fotos foi feita no coração da indústria têxtil da China, na margem do rio Qiantang, no distrito de Xiaoshan, Hangzhou, as imagens mostram a escala da poluição da água tóxica que ocorre atualmente, a fim de abastecer o mercado global do fast fashion (que inclui um número de etiquetas de roupas internacionais).

A série de fotos faz parte da campanha global Detox Fashion, que está apelando as marcas para assumir a responsabilidade por suas cadeias de abastecimento e de tomar medidas urgentes e transparentes para eliminar todas as substâncias químicas perigosas provenientes de sua produção e produtos. Os processos de tingimento sem água podem limpar a indústria da confecção? Veja esse ótimo texto de Lydia Heida sobre as novas tecnologias para diminuir o uso de água e de produtos químicos no processo de tingimento.

DEIXE UMA RESPOSTA