A indústria da moda é uma das indústrias mais visíveis, cativantes e lucrativas do mundo. Juntamente com as várias semanas de moda que surgiram pelo mundo, também estamos vendo uma crescente conscientização e preocupação com a ética e a sustentabilidade na moda, principalmente dentro de sua cadeia de abastecimento altamente complexa.

Desde que a moda tem o potencial para ser tão amplamente visível, e sendo uma das maiores indústrias que empregam globalmente, o aumento do diálogo sobre a sustentabilidade e as questões éticas são altamente positivos, ajudando a fazer a transformação da cadeia produtiva tanto das tecelagens como as empresas de moda. The Sustainable Angle é uma dessas organizações, que apoiam projetos que contribuam para minimizar o impacto ambiental da indústria têxtil, e que ajudam a tornar mais fácil para as empresas e os consumidores a tomar decisões informadas quando se trata de sustentabilidade.

A feira Future Fabrics Expo em Londres apresenta os tecidos e materiais mais sustentáveis do mundo stylo urbano-1

Nos últimos cinco anos foram apresentados aos estilistas e empresários as inovadoras pesquisas em materiais sustentáveis na reunião anual da Future Fabrics Expo em Londres, para preencher a lacuna deixada pela feiras têxteis convencionais que ainda não prestam atenção suficiente a estes desenvolvimentos essenciais.

É muito importante o surgimento de feiras como essa pelo mundo todo e do comprometimento da indústria têxtil em pesquisar e desenvolver novos tecidos sustentáveis para a moda, para impulsionar esse novo mercado. Outra feira importante é a C.L.A.S.S. (Creativity Lifestyle and Sustainable Synergy) que é uma multi-plataforma mundial que apresenta artigos para moda, têxteis e materiais criados utilizando a tecnologia sustentável mais inteligente para designers, compradores, mídia e negócios.

Independentemente do conhecimento do funcionamento interno da indústria da moda, a maioria das pessoas estão cientes de pelo menos alguns dos seus aspectos ambientais, sociais e éticos, questões que tocam a produção de praticamente tudo o que vestimos. A Future Fabrics Expo surgiu para inspirar, motivar e mostrar aos profissionais da moda as oportunidades que surgem com escolhas mais sustentáveis de tecidos e materiais particularmente inovadores com um impacto ambiental reduzido.

O foco nos materiais sustentáveis surgiu pois eles são um componente extremamente importante e visível da moda, com o potencial de ser um veículo de grande mudança na forma como criamos roupas, juntamente com a melhoria holística da cadeia de abastecimento de forma mais ampla. Atualmente, o algodão e o poliéster são responsáveis por 80% dos materiais produzidos em todo o mundo, um equilíbrio insustentável que contribui para problemas ambientais significativos, tais como o consumo excessivo de água e contaminação, poluição, perda de biodiversidade e da fertilidade do solo, e um excesso de dependência em esgotar os recursos naturais.

Essa polarização entre algodão e poliéster foi alimentada basicamente pela indústria do fast fashion. Isso destaca a necessidade de diversificar os tecidos que usamos, e para interrogar exaustivamente toda a cadeia têxtil de abastecimento para garantir que os estilistas, compradores, técnicos têxteis e inúmeros outros possam ter uma compreensão exata de como os nossos produtos têm sido feitos para que os consumidores tenham também uma melhor compreensão do que estão comprando. A moda ética e sustentável visa a total transparência do processo produtivo ao contrário da atual.

A Future Fabrics Expo pretende alterar a imagem ultrapassada ainda considerada por muitos, de que os materiais mais sustentáveis ​​são de qualidade inferior, não tão suaves ou fortes, maçantes, e não são tão coloridos ou variados. A exposição está melhorando gradualmente as percepções e utilização dos materiais sustentáveis pelos estilistas, livrando-os da sua reputação negativa por ser de baixa qualidade, indesejáveis ​​e inadequados para a moda.

A feira se tornou uma plataforma cada vez mais impactante para saber mais sobre os esforços das tecelagens globais para projetar, fabricar e funcionar de forma mais sustentável; para descobrir novos tecidos de moda e inovações para o futuro; e para ampliar a rede nas indústrias da moda e têxteis. Na exposição os clientes conhecem todos os tipos de materiais livres de toxinas como sedas luxuosas com tingimento de baixo impacto, couro de peixe curtido sem cromo, ou a mais alta qualidade em algodões orgânicos, tendo uma gama diversificada que abrange mais de 1500 materiais.

Até agora, a Future Fabrics Expo conseguiu aumentar a visibilidade dos tecidos sustentáveis ​​e inovadores aos estilistas, compradores, imprensa e organizações globais para mostrar claramente a diferença entre essas inovações tecnológicas sustentáveis e os tecidos convencionais. A feira apresenta uma gama diversificada de centenas de tecidos selecionados individualmente com um reduzido impacto ambiental proveniente de dezenas de fabricantes internacionais, exibidos com informações sobre sua sustentabilidade.

É muito importante que as empresas de moda e a indústria têxtil abracem a moda ética, sustentabilidade e transparência em seus negócios para limpar todos os problemas socioambientais criados pela indústria da moda que já duram décadas e não podem mais ser ignorados.

DEIXE UMA RESPOSTA