Para o Outono/Inverno 2016, os estilistas de alta costura se voltaram para a opulência, drama e sofisticação da era renascentista abusando de bordados, estampas, brocados, volumes e rendas. Os vestidos acinturados com corpetes da Balmain , as mangas bufantes da Y-Project, os tecidos sobrepostos de Marc Jacobs, os rufos de Veronique Branquinho e as jóias da Marchesa significavam que os estilistas desejam redefinir um novo significado de poder.

A ornamentação da superfície prevalente nesta temporada com tecidos contrastantes, barras, bordados e acabamentos aplicados.Enquanto a Balmain beirava o barroco, o sentimento geral foi um retorno dramático à ostentação onde “mais é mais”.

As grifes Vetements, Alexander McQueen, Louis Vuitton, Sophie Theallet, Gucci, Valentino, Giambattista Valli, Lanvin, Naeem Khan e Rodarte todas abordaram esta tendência para suas coleções de Outono 2016.

A mulher renascentista - Uma das tendências mais fortes do Outono/Inverno 2016 stylo urbano

Os estilistas da Valentino, Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli transportaram o drama para sua coleção de alta costura com uma mistura de Lady Macbeth, rainha Elizabeth I e Chapeuzinho Vermelho. Além disso, o conto de fadas está apenas começando para Maria Grazia Chiuri, que vai assumir o comando da icônica Dior.

Ao longo da apresentação, surgiram interpretações modernas da moda elisabetana para princesas e príncipes, sacerdotes e cortesãos, altas golas brancas compunham os looks juntamente com corpetes, mangas bufantes e até mesmo vestes sacerdotais. Parecia que a Valentino estava se preparando para vestir os personagens de uma peça de Shakespeare retratando a vida na corte elisabetana. Um luxo só!

Mais uma vez, as estilistas Georgina Chapman e Keren Craig da grife Marchesa se inspiraram nos reinos de fantasia. As estilistas se inspiraram nos retratos dramáticos do artista americano John Singer Sargent, que era conhecido por ilustrar o melhor do luxo da era renascentista eduardiana.

Os luxuosos vestidos estão repletos de pedras preciosas e miçangas, rendas metalizadas e penas de avestruz, ramos de flores cortadas a laser, toneladas de seda, tule e organza com fios cintilantes em todos os tons de bronze, pó-de-rosa, amarelo palha, azul royal, cinza prata, preto e vermelho dramático. A Marchesa faz vestidos para princesas.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA