A tecnologia da realidade virtual vai mudar o mundo e ser usada em todos os tipos de profissões, vai tornar obsoleta vários tipos de tecnologias e criar até mesmo uma nova forma de rede social. O estúdio inglês Starship criou um novo tipo de rede social chamado VTIME que foi projetada especificamente para dispositivos móveis de realidade virtual e lançando no dia 15 de Novembro. Projetado para ser usado com uma variedade de óculos VR (Realide Virtual), incluindo Samsung e Google Cardboard, através de um aplicativo compatível com Android e iOS, a rede social destina-se a tornar o acesso e interação para a realidade virtual fácil e atraente.

O próximo ano vai ser o ano da realidade virtual. A plataforma Oculus Rift vai ser lançada no primeiro trimestre de 2016. A versão empresarial do Hololens da Microsoft também deve surgir no próximo ano. O Google Cardboard, que é uma forma de código-fonte aberto para qualquer empresa que queira fazer óculos virtual barato que pode ser usado ​​com um smartphone, deve finalmente ganhar força. E muitos outros produtos de hardware, software e conteúdo de realidade virtual devem ficar disponíveis para os consumidores.

A realidade virtual será a próxima e definitiva rede social stylo urbano -1

O público acredita que o óculos de realidade virtual serão mais utilizados para jogos, mas eu acredit que vai ser a interação social. O lançamento do VTIME é tão importante como quando o primeiro smartphone saiu, o primeiro produto em sua categoria que vai mudar completamente como os seres humanos interagem uns com os outros.

A rede social VTIME, contará com uma variedade de locais virtuais onde amigos e familiares podem interagir, ouvir música e partilhar conteúdos, tais como imagens, vídeo e diversos tipos de mídia em um ambiente totalmente tridimensional. Na verdade ele foi inspirado no mundo virtual interativo do Second Life. Falando nisso, a empresa Linden Lab que criou o Second Life, lançará uma nova plataforma de experiências virtuais para óculo VR chamada Project Sansar.

A realidade virtual será a próxima e definitiva rede social stylo urbano -2
Na rede social virtual você customiza seu avatar da forma que quiser

O Project Santar será lançado em 2016 e visa democratizar a realidade virtual como um meio criativo. Ele irá capacitar as pessoas a criar, partilhar e rentabilizar o seu próprio multi-usuário com experiências virtuais interativas, sem a necessidade de recursos de engenharia. A plataforma permitirá qualidade de nível profissional e desempenho excepcional com fidelidade visual, áudio 3D e simulação física. As experiências virtuais do Project Sansar estarão disponíveis para óculos VR como o Oculus Rift, mas também será acessível através de PCs e outros dispositivos móveis. Os usuários podem explorar e socializar dentro do Project Sansar através de avançados avatares expressivos, usando texto e chat de voz.

Já a rede social virtual VTIME permite aos usuários colocarem em tempo real eventos virtuais públicos, que podem ser assistidos por espectadores e também de forma privada. Diferente das redes sociais tradicionais como o Facebook, a interação vai acontecer de uma forma bastante semelhante ao mundo real. Há também um grande foco em incentivar a interação entre os usuários que não têm amigos ou familiares na rede.

A realidade virtual será a próxima e definitiva rede social stylo urbano -3

Os usuários vão poder personalizar seus avatares, e podem fazer uso de uma função chamada “VTIME Search”, o que lhes aproxima a outras pessoas com interesses semelhantes ou com base no Trending Topics (TTs) ou Assuntos do Momento são uma lista em tempo real das frases mais publicadas no Twitter pelo mundo todo. Valem para essa lista os marcadores, também conhecidos por hashtags, (#) e nomes próprios.

A realidade virtual será a próxima e definitiva rede social stylo urbano -4

A Starship pretende que o VTIME seja instintivo e atraente de usar para os usuários que são susceptíveis de terem interesse num dispositivo de realidade virtual ao longo dos próximos anos. Com ele você pode se conectar com amigos antigos ou novos, em uma grande variedade de ambientes incríveis e para isso basta baixar o aplicativo da VTIME, colocar seu óculos VR, e você será transportado para a rede social virtual.

O VTIME traz a rede social virtual para praticamente todos, de praticamente qualquer lugar em praticamente qualquer dispositivo. Ele também pode ser utilizado por aqueles que não tem um óculos VR, através do aplicativo apelidado de VTIME Mono. Acredito que tanto o Project Sansar como o VTIME e outras redes sociais virtuais que possam surgir, vão potencializar enormemente o crescimento do e-commerce de moda. Veja abaixo como seria a experiência de comprar usando o óculos VR:

Isso permitirá que as pessoas acessem a rede através de um computador, smartphone, PC ou tablet, embora sem a imersão que fornece o óculo VR. Além disso, ele vai trabalhar não só através de WiFi, mas através de redes móveis 3G e 4G. A empresa Starship criou o VTIME para atividades sociais, mas ele pode conter também alguns aplicativos de negócios sérios.

Em uma imagem, um grupo de pessoas se sentam a bordo de um jato particular virtual, revisando prontuários holográficas e gráficos financeiros projetados. Parece que o VTIME também será uma ferramenta para reuniões de negócios, permitindo que as pessoas de todo o mundo possam se encontrar e trabalhar em um projeto.

A realidade virtual será a próxima e definitiva rede social stylo urbano -8

As pessoas são criaturas sociais, e somos naturalmente atraídos para a interação social com outras pessoas. É por isso que o próprio Facebook se tornou tão grande, e tem agora cerca de um bilhão e meio de usuários ativos. Mas as pessoas não apresentam de forma equilibrada as suas vidas no Facebook. Eles revelam auto-versões de si mesmas feitas por fragmentos que representam uma “outra pessoa” que querem apresentar, porque é isso que elas querem que os outros vejam. É exatamente o que acontece no filme “Os Substitutos” estrelado por Bruce Willis.

A rede social da realidade virtual será hiper-convincente e também, vai permitir que as pessoas interajam com os outros não com seu verdadeiro eu, mas como as versões de si mesmos que eles querem apresentar ao mundo. Estes “eus” alternativos irão variar de “gêmeos” virtuais como os Avatares reconhecíveis das pessoas reais, mas só que mais magros, mais jovens e mais bem vestidos e também para criaturas fantásticas feitas da pura imaginação dos usuários.

Uma vez que habitam seus avatares virtuais escolhidos, os usuários serão capazes de interagir socialmente com outras pessoas reais na segurança dos seus avatares artificiais. A tecnologia de realidade virtual irá mapear todo o nosso movimento, incluindo as nossas expressões faciais. Em alguns casos, ela irá automatizar o movimento como caminhar, enquanto imita os movimentos de nossos rostos, cabeças, mãos e torsos. As interações sociais em VR terão lugar em lugares selvagens e surpreendentes, em planetas distantes, sob a água, em locais históricos e onde  a imaginação quiser.

vtime-main-1366x576-min

Claro, a capacidade de interagir com os outros já existe em jogos multiplayer online e mundos virtuais como o Second Life. Mas nessas plataformas, a interação social está acontecendo “lá” em uma tela plana. Psicologicamente, você está fora e longe de seu avatar, e vendo em terceira pessoa. Mesmo em um jogo de vide game em primeira pessoa, a ilusão de participação é apenas parcial.

vtime-5-600x338-min

Na realidade virtual, a experiência é direta e de total imersão. Quando você quer olhar para a esquerda, você vira a cabeça e verá o que está à sua esquerda em 360 graus no mundo virtual em que você está imerso. O mais atraente, é que quando você estiver tendo uma conversa com outra pessoa, você pode fazer contato com os olhos.

E o melhor de todas as possíveis interações sociais, é que você será capaz de interagir satisfatoriamente com outras pessoas. Seu avatar será fabuloso e os avatares das outras pessoas também serão e as interações ocorrerão em lugares incríveis. Você poderá ter poderes mágicos, habilidades incríveis e a capacidade de transportar-se imediatamente para um outro mundo para outra interação social. Na verdade a realidade virtual junta duas tecnologias da ficção científica que embala a nossa imaginação por décadas: A viagem no tempo e o teletransporte.

Somos enganados facilmente por causa do cérebro reptiliano, que vai acreditar naquilo que está vendo no mundo virtual como se fosse real pois ele não distingue o mundo da ficção do mundo verdadeiro. E isso vai ganhar um contorno mais dramático ainda com as novas roupas com sensores táteis para realidade virtual como a Teslasuit, onde o usuário pode sentir interações táteis feitas no mundo virtual.

vtime-3-600x338-min

O poder emocional criado pela realidade virtual é algo que o público não está esperando. Acredito que a interação social em realidade virtual será o aspecto mais viciante da tecnologia, e ouso prever, que vai ser a experiência mais viciante já introduzida até hoje no mercado. A realidade é que algumas pessoas têm a sorte de ter uma vida segura mas muitas pessoas não têm tanta sorte. E para todas as pessoas com acesso à realidade virtual, tanto com sorte ou azar, o mundo virtual será completamente incrível e irresistivelmente fascinante ainda mais com os avanços da inteligência artificial e qualidade gráfica. Alguém duvida?

Para milhões de pessoas, o mundo da realidade virtual será a derradeira fuga do tédio, um mundo muito mais preferível do que o mundo real. E a sua não participação voluntária no mundo real vai se tornar um grande problema. É provável que para algumas pessoas, a tecnologia se tornará um problema maior do que a combinação do alcoolismo, abuso de drogas e vício em jogos. Mas para a maioria, eu acredito que a realidade virtual irá simplesmente tornar-se uma forma normal para ser transportado para outro mundo, principalmente para a interação social, como a TV, só que mais social e extremamente participativo. O smartphone tornou obsoleto 13 coisas e agora o óculos VR vai tornar o próprio smartphone obsoleto.

Como todas as novas tecnologias, a rede social da realidade virtual será a melhor coisa e a pior coisa que já aconteceu para nós. Ele vai nos unir em alguns aspectos, em algum lugar nos mundos virtuais, mas que também irá isolar-nos mais no mundo real. E como todas as tecnologias que causaram mudanças na cultura humana, a realidade virtual realmente vai começar em 2016 e provavelmente levará cinco anos para começar a ser adotada em massa. Independentemente do tempo, a rede social da realidade virtual está chegando. E isso vai mudar completamente o mundo, pode apostar!

DEIXE UMA RESPOSTA