A máfia dos taxistas não tem como impedir os avanços tecnológicos pois em poucos anos os táxis de auto-condução estarão invadindo as ruas das cidades. Uma startup chamada nuTonomy recentemente começou a testar em Singapura um novo tipo de táxi de auto-condução que segundo a empresa estará circulando pelas ruas já em 2018. A empresa quer competir com pesos pesados como Uber, Tesla, General Motors e Google que estão desenvolvendo carros que dirigem sozinhos.

A empresa conta com o apoio do governo de Cingapura como um dos seus principais parceiros. Ela já opera uma frota de veículos em Cingapura, e é a primeira empresa privada a ser aprovada em testar essas tecnologias em vias públicas. A nuTonomy também está testando seus carros na Inglaterra onde tem parceria com a Jaguar Land Rover.

De uma certa forma, os carros atuais não passam de carroças motorizadas que precisam de humanos para guiá-los. Antes usávamos cavalos e arreios, agora usamos motores e volante. O próximo passo será substituir o volante por sensores e inteligência artificial.

A startup NuTonomy pretende lançar seu táxi de auto-condução em 2018 stylo urbano
A startup pretende desenvolver toda uma frota de táxis sem motoristas usando software de navegação autônoma (Nucore) utilizando carros elétricos Mitsubishi iMiEV adaptados e modelos Renault Zoe EVs em seu serviço de táxi autônoma ainda este ano. Para chamar o táxi e escolher a rota, é só baixar o aplicativo da nuTonomy no smartphone. Então com quem a nuTonomy vai disputar clientela? Com empresas estabelecidas que têm trabalhado com sucesso essa tecnologia como a Toyota que anunciou um investimento no Uber, que também está desenvolvendo carros de auto-condução.

A Apple anunciou um investimento de US $ 1 bilhão no serviço de táxi chinês Didi Chuxing. A General Motors anunciou um investimento de US $ 500 milhões no serviço Lyft para desenvolver uma rede sob demanda de carros de auto-condução. Assim, no futuro os serviços de táxi serão automatizados e a máfia dos taxistas, que adora agredir os motoristas do Uber, serão extintos como os dinossauros.

DEIXE UMA RESPOSTA