Concebido para abordar a questão do rápido envelhecimento da população de Singapura, este projeto conceitual desenvolvido pelo estúdio de arquitetura SPARK combina agricultura urbana vertical com moradia para idosos. Em 2030, um em cada cinco moradores da cidade-estado estará acima dos 65 anos, colocando uma maior tensão na infra-estrutura da região com recursos limitados. Conseqüentemente, a “casa fazenda”, permitirá que os idosos possam viver em um ambiente agradável e cheio de plantas, que oferece moradia flexível de alta densidade projetado para atender às necessidades dos idosos.

O projeto também oferece emprego para os pós-aposentados, com os residentes que são capazes de trabalhar em tempo parcial, sob a direção de uma equipe profissional. As áreas de cultivo e de acesso público estão posicionados nos níveis mais baixos do complexo, enquanto a área de habitação está localizada acima em um terraço de forma curvilínea. Além de um reforço na renda pessoal, a atividade de jardinagem iria ajudar a gerar um senso de comunidade, bem como promover a saúde dos moradores do local. A sustentabilidade ambiental e eficiência da “casa fazenda” seria reforçada por características propostas, como a coleta de água da chuva, para utilização em sistemas aquapônicos e a utilização de resíduos de plantas para a produção de energia. Aprovadíssimo!

As habitações estão empilhadas umas sobre as outras num terraço com formato curvilíneo

A atividade de jardinagem ajuda a gerar um senso de comunidade, bem como promover a saúde dos moradores do local

Residentes que forem capazes de trabalhar em tempo parcial, estarão sob a direção de uma equipe profissional

As áreas de cultivo e de acesso público estão posicionados nos níveis mais baixos do complexo

Desenho em corte indicando a configuração do complexo

O ciclo da água – o esquema é reforçada com a coleta de água da chuva para os sistemas aquapônicos

Uma caldeira de biomassa gera energia no local

O que achou desse edifício residencial para idosos com agricultura urbana? Deixe seu comentário.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA