Você gostaria que tudo ao seu redor pudesse ser controlado facilmente através de simples gestos? O objetivo final da Internet das Coisas é fazer com que objetos diferentes se conectem entre si. Mas muitos dos objetos “inteligentes” que estão no mercado são ainda muito “burros”. Eles não conversam entre si e são capazes de fazer apenas uma coisa, como por exemplo, uma lâmpada inteligente que pode escurecer e clarear, mas não pode dizer a sua TV para mudar o canal quando você quiser. Mas isso está prestes a mudar.

Depois de três anos de pesquisa, Valentin Heun que é pesquisador do Fluid Interfaces Lab do MIT, criou um aplicativo de realidade aumentada que permite hackear todos os objetos inteligentes em torno de você para trabalharem juntos, apenas desenhando conexões com o dedo entre eles utilizando a tela do seu smartphone. O aplicativo Reality Editor está preparado para fazer sua rotina diária um pouco mais fácil e tem a capacidade de criar uma quantidade infinita de possibilidades.

Por exemplo, através do aplicativo você pode programar a sua lâmpada para desligar após a sua saída da sala ou as janelas do carro podem se abrir uma vez que o som é desligado. No entanto, o objetivo é facilitar a vida ao empurrar os limites da tecnologia feita pelo homem. Você pode baixar o aplicativo e encontrar mais informações aqui.

Aplicativo de realidade aumentada do MIT faz objetos diferentes conversarem entre si stylo urbano-1

O app Reality Editor funciona com a aplicação de adesivos com código QR sobre os aparelhos inteligentes que queremos conectar e gerenciar. Por exemplo, simplesmente mova a câmera do smartphone ou tablet sobre os objetos que tenham o código QR e os recursos do aplicativo estarão visíveis para hackear e traçar com o dedo uma linha virtual de um objeto para outro e conectá-los. Simples assim!

Aplicativo de realidade aumentada do MIT faz objetos diferentes conversarem entre si stylo urbano-2Aplicativo de realidade aumentada do MIT faz objetos diferentes conversarem entre si stylo urbano-2 Aplicativo de realidade aumentada do MIT faz objetos diferentes conversarem entre si stylo urbano-3

DEIXE UMA RESPOSTA