O que vem acontecendo na China ao longo de décadas é assustador pois foram construídas cerca de 500 cidades fantasmas por todo país onde não moram quase ninguém. E não satisfeitos, o governo chinês está construindo mais delas. Essa com certeza vai ser a maior bolha imobiliária de todos os tempos e quando estourar vai ser muito pior do que a que aconteceu nos EUA em 2008. Construída para mais de um milhão de pessoas, Ordos foi projetada para ser a reluzente nova capital da Mongólia.

Condenada a incompletude no entanto, esta metrópole futurista agora vive vazia nos desertos do norte da China. Apenas 2% dos seus edifícios já foram preenchidos e o restante foi deixado em grande parte à decadência, abandonados no meio de sua construção, dando a Ordos o título de maior cidade fantasma da China. Isso na verdade mostra a gigantesca corrupção causada pelos políticos e empresários ligados ao governo “Capimunista” (capitalista + comunista)  Chinês.

Todas essas cidades fantasmas foram construídas durante vários anos para inflar artificialmente os resultados do crescimento do PIB chinês consumindo muita energia, água e materiais de construção em cidades para ninguém morar.

Milhões de chineses moram em casebres onde famílias inteiras dividem um mesmo cômodo enquanto existem 64 milhões de apartamentos vazios nessas cidades fantasmas que poderiam abrigar perto de 15% da população chinesa, assumindo uma taxa de ocupação de 3 a 4 pessoas por apartamento.

O sistema corporativista “Capimunista” da República Popular da China impede que estes apartamentos vazios sejam disponibilizados para aqueles que necessitam de habitação pois a grande parte da população chinesa não tem dinheiro para comprá-los. Enfim, a China “comunista” não passa de uma farsa.

DEIXE UMA RESPOSTA