O fotógrafo Arthur Drooker tem fotografado as convenções mais bizarras em solo americano e recentemente, ele participou de uma celebração de sereias e tritões no Clube Aquático Triângulo em Cary, Carolina do Norte. Mais de 300 pessoas fantasiadas de sereias e tritões participaram do Merfest este ano e Arthur Drooker estava lá para fotografar esta subcultura maravilhosa e encantadora.

Este ano, os participantes puderam assistir a workshops sobre como prender a respiração debaixo da água, nadar como uma sereia, falar com uma sereia profissional e comprar acessórios diferentes para sereia como caudas feitas de tecido e silício (e os preços variavam de US $ 80 a $ 4000 para uma cauda feita sob encomenda). Este ano, o Merfest teve o primeiro casamento entre uma “sereia e um tritão”. Dos 300 participantes, somente 10 eram homens mas espera-se que esse número aumente. Na terra do capitalismo existem produtos para qualquer tipo de fantasia que se possa imaginar.

Para muitos participantes, o desejo de ser um ser mitológico como as sereias começou na infância depois de ver um filme, ler um livro, ir à praia ou um aquário. Uma sereia encarna um eu idealizado: bonita, graciosa, sedutora, feminina e confiante. Essa é uma ótima forma de se divertir em baixo da água durante o calor do verão não é mesmo? Além desse evento de sereias, Arthur Drooker fotografou convenções de palhaços, santas, ventrílocos, fetichistas entre outras atrações. Veja mais aqui.

O que achou desse festival de sereias num clube aquático? Deixe seu comentário.

DEIXE UMA RESPOSTA