O tênis-meia ter sido uma das maiores tendências na indústria de calçados nos últimos anos, e seu design híbrido vem conquistado grandes marcas esportivas e de luxo, unindo a informalidade do look à praticidade. O tênis meia junta o solado ao cabedal de malha com forma de meia numa só peça, e segundo as tendências das últimas fashion weeks, deve bombar nas vitrines de 2018 e nas próximas pois é a forma de fabricação mais eficiente e sustentável.

A Balenciaga já apresentou o tênis meia em coleções passadas, mas na primavera/verão 2018, ele voltou a aparecer com o nome da grife registrado e com ainda mais força. O modelo também teve lugar garantido nas passarelas de Valentino, com versões que apostam em pedrarias e recortes, a Fendi e Emporio Armani apresentaram versões com uma pegada esportiva e chique. Modelos de neoprene foram apresentados por Giuseppe Zanotti, enquanto Joshua Sanders apresentou tênis-meia com estampas divertidas, cores pastéis e laços.

O Balenciaga Speed ​​Trainer é um exemplo perfeito, sua parte superior é uma meia preta de cano médio fixada a uma sola de borracha pelo processo de vulcanização. A malha do cabedal tem apenas um ponto de costura na parte de trás para evitar atrito com a pele. O efeito super esportivo e dramático virou sensação entre os fashionistas. Obviamente que já surgiram várias cópias feitas por varejistas de fast fashion.

Por mais de 70 anos, os designers de calçados tentaram eliminar a necessidade de línguas e cadarços nos sapatos e não conseguiram, mas agora, com as novas máquinas de tricô industrial isso se tornou possível sem precisar apelar para conceitos complicados e caros como o tênis auto-ajustável do filme De Volta para o Futuro II.

Graças a introdução de calçados de malha elásticos, duráveis ​​e elegantes como o Nike Flyknit, Adidas Primeknit entre outros, a meia e o calçado se entrelaçaram num único item que fornece as duas coisas mais importantes que qualquer calçado pode oferecer, conforto e estilo. O tênis meia não seria possível sem os avanços tecnológicos no mundo esportivo que possibilitaram eliminar a necessidade de uma pessoa amarrar seus cadarços.

A Nike lançou o estiloso Nikelab Veil que além não ter cadarços é resistente à água. Adeus cadarços chatos! O legal desse processo de fabricação é que o cabedal do calçado é tricotado de uma só vez, diminuindo a mão de obra e o desperdício de materiais. Os fios utilizados no tricô podem ser 100% reciclados também. Veja alguns modelos femininos lançados pelas grifes aqui.

I am well chuffed to finally be able to share this shoe that my team worked their asses off to bring to life. It's called the NikeLab Veil and, to the best of my knowledge, it's the first commercially available running shoe from Nike built using actual sock construction. And, as you can see from the video, it's also highly water resistant. • One quick follow-up on the point above re: sock construction—we've offered a number of shoes in the past that included "Sock" in the name, but they were all sock-inspired & still featured traditional shoe construction—a key component of which being an underfoot strobel (the iconic Sock Racer or more recent Sock Dart being prime examples). • The NikeLab Veil is, by contrast, actually built using sock construction, which enabled our team to completely eliminate the strobel, thereby unlocking an insane level of sock-like comfort, as well as greater cushioning feel from the midsole. • On the topic of underfoot feel, because the Veil has no conventional strobel, it's the truest expression of Nike Free that I've ever experienced. As a big believer in the benefits of running with one's innate mechanics, I absolutely love this. And, speaking of love, I'm also really smitten with this colorway, which I call the Storm Trooper. 👻 • I will admit that there are some downsides: First, the shoe is a PITA to get on and, at $180 for the standard black colorway & $200 for the Gyakusou colorways, it's not cheap. But I know of no other shoe that delivers this level of weather-resistance with zero compromise in weight or stiffness. If you prefer less shoe and hate the idea of having to go to something bulky for your winter running, you will adore the Veil. But don't sleep on this if you're interested—we didn't make very many of them, so all three of the unisex colorways are quite limited. • It truly takes a village to bring a product like this to market and, unfortunately, I can't shout out everyone who helped bring it to life. But I couldn't post this without acknowledging @dantrowe, who led the design effort and stuck with this crazy concept through thick & thin. • #NikeLabVeil #Gyakusou #NikeFree

A post shared by Ernest Kim (@kicksology) on

Com seu design híbrido, o tênis-meia é a maior tendência na indústria de calçados stylo urbano

Santoni introduz nova máquina Mec-Mor para calçados

A Santoni, empresa italiana fabricante de máquinas de tricô circular, lançou a tecnologia Mec-Mor, criada para atender ao mais recente desafio do mercado de calçados, a fabricação de cabedais de tênis numa única peça. Uma única máquina produz todos os tamanhos de cabedais no mesmo tecido, gerando poucos resíduos. Agora é possível ter um produto semi-acabado que envolve menos custos e uma rápida personalização graças também à alta resolução fotográfica. Essa tecnologia é utilizada na fabricação dos tênis meia com e sem cadarço. Saiba mais aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA