Com as novas tecnologias desenvolvidas exclusivamente para o varejo, a nossa forma de comprar em lojas físicas vai mudar radicalmente, com a intenção de ser mais interessante que as lojas virtuais. A startup americana Perch Interactive Inc tem a intenção de moldar o futuro do varejo, através da introdução de uma série de displays digitais interativos nas lojas onde o produto é a interface.

Outra tecnologia impressionante é o da marca inglesa Paul Smith apelidada de “A janela que nunca dorme” que é uma vitrine holográfica interativa que pode ser operada mesmo depois da loja estar fechada.

O Perch atua como um projetor dinâmico de produto instalado no teto acima do mostruário dos produtos, chamando a atenção dos clientes do outro lado da loja com animações, som e ricas mídia experienciais. A intenção dos criadores do Perch é fazer as pessoas entrarem nas lojas e terem uma experiência lúdica de compras, realçando os produtos com visuais atraentes e mensagens da marca.

O resultado é uma experiência de imersão resultando num aumento do tempo de permanência e de conversão dentro da loja.Além de criar uma experiência envolvente, educativa e informativa para os compradores, a empresa fornecerá aos varejistas os dados de interação que eles podem usar para aprender mais sobre seus clientes e a eficácia dos seus meios de comunicação.

As projeções do Perch impulsionam as vendas e transformam a maneira como as pessoas se conectam com a loja física, criando experiências visuais e auditivas que aumentam drasticamente a duração da interação dos clientes com os produtos expostos, ao mesmo tempo, educando-os sobre as campanhas e produtos vendidos na loja.

Com o aumento cada vez maior de pessoas comprando só pela internet, as marcas tem que apelar para novas formas de atrair os consumidores para suas lojas físicas e o Perch é uma ótima saída pois na internet não existe esse tipo de interação física com o produto. Fantástico!

 O novo conceito de vitrine holográfica de Paul Smith tem o objetivo de envolver e atrair potenciais clientes e foi lançada recentemente no coração de Londres, em Floral Street em Covent Garden. O vídeo promocional demonstra as capacidades da vitrine holográfica para atrair clientes, apresentando vários ternos coloridos animados que imitam as ações dos humanos como brincar com um ioiô ou “fazer chover folhas.”

 Os três ternos nas cores azulado roxo, vermelho e um quase borgonha são apenas três das muitas ofertas disponíveis na loja, e os ver em movimento oferece uma visualização de quase 360 graus dos ternos. Esta vitrine holográfica está muito à frente de seu tempo, e com certeza vai chamar a atenção de qualquer transeunte, com uma camada de interatividade que as lojas das proximidades não tem. Conheça outras tecnologias que vão moldar o futuro das compras.

DEIXE UMA RESPOSTA