O Brasil está se tornando uma referência internacional na produção de couro. Com a crescente demanda mundial por matérias primas ecológicas na fabricação de roupas e acessórios, os cortumes brasileiros que trabalham com couros sustentáveis tem um vantagem contra a concorrência de couros mais baratos e poluentes produzidos na China, India e Bangladesh. Um desses cortumes é a Nova Kaeru, especializada em couros exóticos de peixes, avestruzes, pítons e jacarés, produzidos de forma natural e realçando a beleza e qualidade do couro “Made in Brazil”.

Sediada  no distrito de Bemposta, na bela região serrana do estado do Rio de Janeiro, sua estrutura de ponta, não tem paralelo no setor de couros exóticos brasileiro.  A Nova Kaeru oferece produção em escala industrial com acabamento artesanal criando produtos inovadores, que buscam na Tecnologia, na Sustentabilidade e no Meio Ambiente a inspiração para uma vida melhor. Estes valores estão refletidos em todos os processos e produtos da empresa.

Pioneira em tecnologia de curtimento orgânico, a empresa desenvolveu métodos que não usam metais pesados, sendo 100% “livre de cromo”. Seus produtos são orgulhosamente “Bio Leather”. Os destaques são: o “Processo Kaeru®”, exclusivo e patenteado, que permite fabricar mantas “sem costura” com a pele retirada da canela da avestruz e do peixe. E o Curtimento Toque Suave, especialmente eficaz no amaciamento da osteoderme de jacarés, transformando o couro duro em um couro muito macio e maleável.

História

Na década de 90, o diretor técnico, Eduardo Filgueiras, iniciou seus estudos e pesquisas em laboratório para desenvolvimento de novas técnicas de curtimento e soldagem de couros, já visando a criação de mantas de peles soldadas, produto sem similar no mundo.

Tendo iniciado com peles de rãs e pequenos peixes em caráter artesanal, em 2006 a pequena Kaeru dos primeiros anos transformou-se no principal curtume de peles exóticas da América do Sul, a Nova Kaeru, mantendo o necessário toque artesanal numa estrutura industrial para curtimento e soldagem, com reaproveitamento de água, estação de tratamento e dando emprego direto a mais de 40 pessoas numa região essencialmente rural. A empresa é licenciada pela FEEMA e por todos os órgãos que se ocupam das boas práticas ambientais.

Cortume brasileiro produz couros exóticos sustentáveis livres de cromo stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA