Qual seu estilo musical? Já pensou em poder ouvir sua música favorita e ao mesmo tempo, decorar sua casa com ela? Sim, você leu certo. E se você pudesse pegar a melodia dessa música e transformá-la em padrões gráficos em tecidos de jacquard para cobrir almofadas, sofá, cadeiras e cortina? Bem, acontece que você pode! Conheça a designer têxtil britânica Nadia-Anne Ricketts, a mente criativa por trás da marca BeatWoven.

A exclusiva marca de tecidos para decoração usa sua tecnologia codificada de áudio como um instrumento para traduzir e revelar os padrões geométricos criados pelas batidas e sons na música. Ao tocar a música, o software codifica e organiza as vibrações sonoras e as traduz em pixels geométricos para os teares de jacquard, criando assim uma nova técnica que une a alta tecnologia com a tecelagem artesanal tradicional. Através da inovação, uma nova forma de tecelagem é criada unindo moda, música, tecnologia e estilo de vida.

Designer cria tecidos de jacquard com padrões retirados de melodias musicais stylo urbano

Nadia-Anne Ricketts começou sua carreira como dançarina profissional e depois estudou design têxtil na Faculdade de Arte e Design da Central Saint Martins em Londres, onde o conceito da BeatWoven nasceu em 2008. Desde sua graduação em 2009 ela trabalhou como estilista por vários anos antes de iniciar o estúdio BeatWoven em 2012. Outra designer chamada Jessica Smarsch também uniu o artesanato com a tecnologia para transformar movimentos humanos em padrões têxteis.

A ideia de Nadia nasceu desde o primeiro momento em que começou a tecer. Devido à sua formação e compreensão da música, ela via conexões matemáticas na vibração sonora e pensou em como esse potencial poderia ser utilizado no design têxtil. O resultado você pode ver no vídeo a seguir:

DEIXE UMA RESPOSTA