A futurista Dubai, que até 1995 não passava de um deserto, abriu sua mais recente atração, uma torre com aparência de uma moldura dourada gigante que apresenta visões contrastantes dos edifícios históricos e modernos da cidade. Localizada no parque Zabeel, a Dubai Frame é feita a partir de duas torres de 150 metros de altura que são conectadas na parte superior por uma ponte de vidro de 93 metros com vista panorâmica de 360 graus.

Mais perto do chão, a torre também abriga um museu que mostra a jornada da cidade a partir de uma pequena vila de pescadores para uma metrópole futurista no meio do deserto. Dubai é só um dos exemplos do que a riqueza do capitalismo é capaz de produzir.

Dubai inaugura sua nova atração, uma torre em forma de moldura gigante stylo urbano

Os monumentos da antiga cidade são visíveis de um lado da moldura, enquanto do outro você pode ver arranha-céus como o Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo. No seu topo, o Dubai Frame possui uma ponte de vidro transparente e inquebrável por onde as pessoas podem caminhar e ter uma visão abaixo de seus pés. A moldura é revestida com um padrão decorativo dourado que celebra a próxima EXPO em 2020 na cidade.

Mas a inauguração do novo marco de Dubai também tem sido alvo de controvérsia pois numa recente entrevista ao The Guardian , o arquiteto Fernando Donis, que ganhou a competição internacional do projeto em 2008, afirma que Dubai roubou sua ideia e procurou limitar seu envolvimento na sua realização. “Eles pegaram o meu projeto, mudaram o design e o construíram sem mim”, diz Donis. Mas o projeto copiado ficou mais bonito que o projeto original.

Veja no vídeo a seguir como Dubai, a maior cidade e emirado de mesmo nome dos Emirados Árabes Unidos, deixou de ser uma pobre vila de pescador nos anos 70 para uma das cidades mais modernas e ricas do mundo em poucas décadas. Graças é claro ao capitalismo que possibilitou que a população alcançasse um alto nível de vida explorando as grandes reservas de petróleo do país. A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo mas infelizmente, por causa do socialismo, se tornou uma enorme favela como Cuba.

Mas Dubai sabe da grande pressão internacional para substituir o uso do petróleo por alternativas mais sustentáveis, entre eles o uso de biomassa. Por isso o país está diversificando sua economia para diminuir sua dependência econômica do petróleo e se tornar um centro internacional de novas tecnologias sustentáveis. Dinheiro para isso eles tem!

DEIXE UMA RESPOSTA