Felizmente estão surgindo várias marcas e ONGs pelo mundo preocupados com o imenso problema ambiental causado pelas toneladas de resíduos industriais que vão parar anualmente nos aterros. Toda essa matéria prima descartada que as pessoas acreditam ser “lixo”, podem através da criatividade e empreendedorismo, ganharem uma nova vida através da reciclagem mecânica ou pelo upcycling.

O método do upcycling é melhor alternativa pois transforma resíduos ou produtos inúteis e descartáveis em novos produtos de maior valor agregado criando negócios lucrativos, reutilizando-se a matéria prima  para criar produtos totalmente diferentes sem usar energia no processo.

O upcycling é utilizando tanto para se criar roupas como para acessórios e neste post vou falar sobre algumas marcas que fazem bolsas e acessórios com ótimo design e principalmente com responsabilidade sócio-ambiental. Enquanto os alquimistas medievais tentaram transformar chumbo em ouro, a americana Alchemy Goods se esforça para transformar coisas inúteis e velhas como câmaras de ar de bicicletas, cintos de segurança e banners de publicidade  em coisas úteis, como bolsas, mochilas e carteiras.

Elas são à prova d’água e seu exterior de borracha durável não mancha facilmente. Através do upcycling, a empresa transforma algo sem muito valor em algo de muito valor, ajudando a limitar o consumo de recursos naturais virgens. Mesmo esse pequeno gesto pode acabar fazendo uma diferença enorme. A empresa segue a tendência da economia circular com produtos feitos “do berço ao berço” onde nada é jogado fora e sim reciclado. Veja outro vídeo aqui.

Outra marca que investiu no upcycling de materiais foi a inglesa Elvis & Kresse que resolveu transformar mangueiras de incêndio velhas em acessórios de luxo. Com o design e acabamento impecável e feito com material extremamente resistente, a marca apresenta um diferencial no mundo da moda, retirando o material que levaria milhares de anos para se decompor na natureza e transformando em objeto de desejo. Com as mangueiras de incêndios, a empresa desenvolveu uma belíssima coleção de bolsas, cintos, carteiras, chaveiros e muito mais.

Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-1Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-2

A USED com sede no Canadá utiliza principalmente cintos de segurança de veículos velhos para criar lindas bolsas, mochilas e acessórios. A marca também recicla amostras de tecidos para estofados e  malha de sombra para cria bolsas de alta qualidade que são construídas para durar, e uma vez que elas são feitas quase inteiramente de materiais reciclados, cada uma é única. O objetivo da USED é redirecionar os resíduos industriais e educar o público criando produtos de moda funcionais, fabulosos e ambientalmente benéficos.

Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-3

Os sacos de cimento também podem ser transformados em bolsas estilosas e duráveis como mostra a estilosa PPC cement laptop bag da Thewren Design.  Esta bolsa de laptop é feita de um forte saco de papel de cimento que é resistente a água. A alça ajustável da bolsa PPC Cement laptop é feita de cânhamo orgânico. Dentro, há dois bolsos e duas seções. Um bolso é grande o suficiente para levar os cabos de laptop, enquanto o outro tem o tamanho certo para qualquer iPhone ou mouse. O interior é acolchoado e separa o laptop de outros pertences.

Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-4Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-5

O holandês Siem Haffmans fundou em 2005 a marca de upcycling chamada Ragbag, depois de ter sido convidado para vir a Nova Deli para uma conferência sobre design sustentável. Lá ele conheceu Anita Ahuja que tinha inventado um processo de prensagem de sacos de lixo plástico em conjunto em folhas coloridas. As Ragbags são feitas de materiais de resíduos, que são recolhidos por trapeiros indianos e depois limpos e fabricados em novos produtos. A Ragbag é uma marca que segue os dez princípios do comércio justo de WFTO, a Organização Mundial do Comércio Justo.

Os seus parceiros de produção são membros da Fair Trade Forum India (FTF-Índia). Siem Haffmans paga um preço justo para os trapeiros e fabricantes, oferecendo-lhes os meios de subsistência de suas famílias e o acesso a mais oportunidades. O design das bolsas é feita pelos talentosos designers holandeses da Academia Rietveld e Design Academy.

As Ragbags são feitas de sacos de plástico, saquinhos de chá e grandes panos de algodão reciclados. Eles são recolhidos e fabricados por trapeiros nas favelas de Nova Deli e Calcutá e em uma vila em Tamil Nadu. A empresa tem três coleções. A coleção Delhi recicla plástico e sacos de algodão, a coleção Tamil Nadu recicla grandes sacos de chá e a coleção Calcutá recicla algodão e sari.

Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-7

A talentosa designer inglesa Katcha Bilek transformou câmaras de ar internas de carros e bicicletas e rodas de bicicletas em verdadeiros objetos do desejo para os fashionistas. Usando técnicas tradicionais para trabalhar o couro, Katcha começou a transformar as borrachas dos pneus descartadas em bolsas e cintos com design moderno e prático tanto para homens como mulheres. Confira nos vídeos abaixo o resultado:

Cooperárvore, cooperativa do Programa Árvore da Vida, foi desenvolvida pela Fiat Automóveis em parceria com as ONGs AVSI e CDM (Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana). Realizado desde 2004 e localizado no Jardim Teresópolis em Betim (MG), o programa tem como objetivo promover a inclusão social de crianças e jovens, junto à família, escola e comunidade, por meio de atividades socioeducativas, geração de trabalho e renda e fortalecimento da comunidade.

Os materiais utilizados pelos trabalhadores, como retalhos de tecido automotivo, aparas de cinto de segurança e sobras de espumas, são da produção automotiva da fábrica da Fiat, localizada na mesma cidade. Com esses materiais os cooperados criam bolsas, ecobags, pastas para notebook, carteiras, necessaires, entre outros produtos.

Além de ter reciclado milhares de quilos de materiais automotivos que teriam sido descartados, a Cooperárvore já beneficiou mais de 13 mil pessoas da comunidade e atualmente beneficia 26 mulheres do bairro, onde elas têm além da renda para sustentar suas famílias, autonomia para criação de produtos.

Considerando que a sustentabilidade ambiental se tornou um tema importante na civilização moderna, eu acredito ser importante que as empresas e a sociedade continuem a inovar e encontrar novas formas de transformar os resíduos industriais em algo que ainda pode ser usado com uma finalidade diferente. A loja Upcycling Deluxe que fica em Berlim, é um lugar que sempre encontra uma maneira de transformar algo que as pessoas acreditam ser inútil em uma obra de arte.

A filosofia da loja é que todo tipo de material por ser reutilizado em produtos elegantes, sustentáveis e justos! O upcycling é a nova palavra mágica do design pois com criatividade e habilidade, as coisas supostamente inúteis e futuro lixo são transformados em itens novos e originais. Assim o desperdício é evitado.

A Upcycling Deluxe reúne 50 designers e produtores de todo o mundo. Juntamente com os produtores de upcycling alemães e europeus, existem muitas cooperativas e empresas familiares da América do Sul, África, Ásia entre os fornecedores. É claro que somente produtos produzidos de forma justa e sustentável são vendidos. A reciclagem foi ontem, agora é vez do upcycling!

Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-8Empresas criam negócios lucrativos vendendo bolsas e acessórios feito de upcycling stylo urbano-9

DEIXE UMA RESPOSTA