O que é melhor do que a comida da vovó? Bem nada. Esse é o diferencial do restaurante Enoteca Maria em Nova York, criado pelo empresário Jody Scaravella, que começou há uma década apenas com “nonnas” italianas, mas hoje incluir 30 avós de todo o mundo que vieram da Argentina, Argélia, Síria, República Dominicana, Polônia, Libéria e Nigéria. Todas as noites há uma avó italiana na cozinha acompanhada por outra avó com uma tradição culinária diferente.

Já imaginou um restaurante cujas chefes de cozinha são avós do mundo todo? Além de maravilhoso é uma celebração das diferentes culturas culinárias dessas mulheres que adoram alimentar as pessoas enquanto as gerações mais jovens estão muito ocupados com suas próprias vidas. Tantas avós juntas tornou o Enoteca Maria um grande sucesso em Nova York. E quem adora frequentar o restaurante? Muitos homens.

“Cada uma desses avós se sentem como se fossem o chefe, porque elas estão no topo dessa pirâmide. Então, quando você coloca todas elas juntas, elas se sentem como se estivessem no comando e ficam todas querendo saber o que a outra está fazendo lá”, disse Jody Scaravella.

Enoteca Maria, o restaurante que emprega vovós como chefes de cozinha stylo urbano
Mas espere, um grupo de avós na mesma cozinha? Não vai dar confusão?

O empresário recebe regularmente telefonemas da Austrália, Inglaterra, França e da Itália para fazer reservas, além de um monte de clientes que vêm de Manhattan pois não há outro restaurante em Nova York comandado por uma trupe de avós de várias nacionalidades.

No final da noite, muitas vezes há aplausos de pé para as vovós da cozinha e para o vovô Giuseppe Freya, que veio da Calábria na Itália e que faz toda a massa. Imagine um dono de restaurante rodeado por uma equipe de 30 avós? Com certeza o empresário adora! Você pode conhecer algumas das avós no vídeo abaixo. Quem não se encantaria com o restaurante comandado pelas nonnas?

 

DEIXE UMA RESPOSTA