Para alguns estilistas donos de pequenas empresas de moda, ter um estúdio privado acarreta um alto aluguel e algumas despesas que atrapalham muito para quem está começando no ramo. Ir para espaços compartilhados com outros profissionais, conhecidos como coworking e que na moda foi apelidado de cosewing, é uma alternativa mais barata e conveniente de ter um espaço profissional colaborativo e acima de tudo agradável, buscando desenvolver o seu negócio em um ambiente que ofereça comodidade e praticidade, com a vantagem de um custo operacional inferior ao de um estúdio convencional.

Geralmente as pessoas fazem confusão entre coworking e cosewing mas a primeira é voltada para profissionais autônomos ou funcionários de startups que trabalham mais usando o computador, já um negócio de moda precisa de uma outra infra-estrutura pois os estilistas lidam constantemente com tecidos, roupas e acessórios.

Mesmo uma empresa de moda que não tenha loja física e faça todo seu desenvolvimento e produção terceirizada, vai precisar de tem um espaço para reunião com fornecedores, showroom e estoque para os produtos.

Estilistas e empresas usuárias de cosewing também utilizam este modelo de trabalho para estabelecer relacionamentos de negócios onde oferecem ou contratam serviços mutuamente. Alguns destes relacionamentos também visam favorecer o surgimento e amadurecimento de ideias e projetos em comum.

A maioria dos designers consideram alugar o seu próprio espaço individual, o que definitivamente tem suas vantagens pelo fato dos estilistas tenderem a serem individualistas mas há outras coisas boas que podem se apresentar, se preferirem ir para um espaço de trabalho compartilhado, desde que exista um com a infra-estrutura que precisam.

Espaços compartilhados e suas vantagens para impulsionar negócios de moda stylo urbano

Conheça 3 vantagens de gerir o seu negócio de moda a partir de um espaço cosewing

Custo: Para os jovens estilistas que estão começando ou que tem pouco tempo de mercado, o custo operacional é certamente uma das principais preocupações em qualquer decisão que eles façam para suas marcas. Os espaços de trabalho Cosewing são uma ótima opção, onde o espaço de trabalho é normalmente mais barato para se alugar do que um espaço de escritório tradicional ou estúdios privados.

Acesso a muitos recursos:  Outro grande benefício de um espaço cosewing são os recursos de infra-estrutura que ele tem já montado. Isso por sinal, pode poupar aos estilistas muito dinheiro e dor de cabeça. Dependendo do tamanho do cosewing, estes podem contar com máquinas que podem confeccionar couro, tecido plano e malha, máquina de corte, mesas de corte e modelagem, objetos para escritório, espaço para show room das marcas,  café, salas de reuniões profissionais e sala de desfile.

Já uma fashion lab é um tipo de cosewing, mas em um patamar acima pois tem foco em roupas inteligentes unindo espaço com desenvolvedores de aplicativos wearable para moda. O cosewing funciona como uma confecção com maquinário tradicional, e o fashion lab funciona também como um laboratório de pesquisa e startup, que antecipa as tecnologias vestíveis que serão comuns daqui a alguns anos. Tudo que é mais vanguardista aparece primeiro numa fashion lab.

Compartilhar espaço com outros colegas: Você tem potencialmente muito a ganhar em compartilhar espaço com outros profissionais talentosos, tanto dentro como fora da indústria da moda. Oportunidades, ofertas de assistência e novas idéias, muitas vezes se apresentam apenas por estar perto de outras pessoas que estão fazendo coisas legais e ter mais facilidade de conhecer fornecedores novos. Como diz o ditado: A união faz a força!

Gostou do conceito de espaço compartilhado? Aqui estão algumas coisas importantes para ter em mente

Orçamento: Antes de você começar a pensar em cosewing, defina um valor máximo para si mesmo. Uma vez que você comece a explorar as opções, você vai ter uma ideia melhor das ofertas e recursos dentro desta faixa de preço. Assim, você pode avaliar se faz sentido pagar mais ou menos com base em suas necessidades específicas.

O tempo de viagem para se deslocar até o espaço: Embora isto possa parecer uma consideração bastante comum, se você é um designer que terá de transferir todo seu trabalho para um novo escritório, a conveniência de ir para um espaço mais próximo ou bem localizado com metrô e linhas de ônibus pode valer a pena. Especialmente se o seu trajeto envolve transporte público, limitando o tempo de ir de sua casa até o escritório para lhe poupar muito tempo e nervosismo.

A comunidade: O seu foco estará em seu trabalho individual, mas é importante pensar cuidadosamente sobre os tipos de pessoas na qual irá trabalhar lado a lado e como elas afetarão o ambiente de trabalho do espaço. Pergunte a si mesmo o que seria mais valioso: Trabalhar entre profissionais da mesma área, com estilistas ou pessoas do campo criativo, para trocar idéias e inspirações, ou trabalhar com pessoas de áreas completamente diferentes, onde o intercâmbio de informações e recursos que você compartilha com o outro poderia ser exatamente o que sua empresa precisa.

Suporte as marcas: Uma cosewing não é só um lugar onde os estilistas compartilharão uma infra-estrutura para minimizar os custos mas também é um espaço que visa acelerar seu projeto de marca promovendo eventos, workshops sobre branding, marketing, planejamento de negócios e aconselhamento financeiro, produção, custos e preços, habilidades de negócios e parceria com fornecedores.

Características de uma cosewing e eventos: Para as empresas iniciantes, a partilha de ideias que acontece dentro do espaço compartilhado é um das maiores coisas. Se você escolher um espaço de trabalho que tenha pessoas de espírito semelhantes, isso pode ser extremamente benéfico. Além disso, pode acontecer do espaço fazer eventos ou atividades divertidas em grupo para ajudar as pessoas que estão trabalhando de forma compartilhada a criar uma cultura de escritório aberto e inclusivo.

O jovem empresário de moda poderá se beneficiar muito com este tipo de engajamento desde que o espaço tenha normas claras de funcionamento e conduta entre os usuários para evitar brigas e desentendimentos pois estamos lidando com uma criatura complexa que é o ser humano não é mesmo?

E agora? O conceito de cosewing é algo recente tanto que existem pouquíssimos espaços no exterior voltados para dar esse tipo de suporte aos jovens empresários de moda. Os custos de se começar um negócio são altos com a compra de maquinário e aluguel de estúdio individual, que pesa muito nos custos para quem está começando ou que tem poucos anos de mercado.

Esse é um dos fatores, além da falta de suporte logístico e marketing, que fazem a grande maioria das jovens marcas de moda fecharem em pouco tempo. Sem falar que o Brasil é um país instável economicamente o que atrapalha ainda mais a vida dos empresários.

Um espaço compartilhado com toda infra-estrutura de suporte é uma bela mão na roda não acham? Sem falar que uma cosewing ou fashion lab bem montada pode ajudar as novas marcas a se estruturarem tanto em termo de estilo como negócio, criando novos empregos e fortalecendo toda cadeia produtiva de moda se tornando novos clientes das empresas de tecidos, aviamentos, etc.

Depois que a marca já tiver mais desenvolvida e precisar de mais espaço para expansão de seus negócios, ela se muda para um outro local individual dando espaço para novas empresas e assim o ciclo continua.

DEIXE UMA RESPOSTA