A estilista Jussara Lee, filha de pais coreanos e criada no Brasil, tem uma simpática boutique de roupas feitas sob medida no bairro de West Village em Nova York. Ela combina moda de luxo através do upcycling e artesanato com a práticas sustentáveis através dos detalhes de costura feita à mão reaproveitando os retalhos que sobrem dos cortes dos tecidos criando aplicações de patchworks bordados em suas roupas. Jussara segue a linha “lixo zero” onde nada é jogado fora pois pode ser reutilizado.

Nos anos 80, Jussara Lee foi enviada pelos pais para estudar moda no Fashion Institute of Technology (FIT) e acabou se radicando na cidade. Ela chegou a ter uma grande loja na Greene Street, no Soho, lojas em Hong Kong, um showroom em Tóquio e fornecia para grandes lojas de departamento como Barney e Bergdorf. Mas depois que se separou de seu marido e parceiro de negócios ela resolveu abrir sua boutique de slow fashion.

A estilista decidiu focar no artesanato e na valorização das linhas simples sem ostentação criando roupas feitas para durar. Em seu estúdio, Jussara cria coleções minimalistas para homens e mulheres com delicadeza e poesia em camisas e vestidos para quem procura roupas duradouras. Além de sua coleção ready-to-wear, ela também desenha roupas personalizadas: vestidos, ternos e camisas, todos os quais são feitos por artesãos e alfaiates da cidade.

Em suas coleções, Jussara evita quaisquer materiais sintéticos utilizando exclusivamente algodão, lã, seda, linho, e casimira. Ela utiliza tingimento natural com borra de café, índigo, plantas e até insetos como o Cochonilha em suas roupas. Ao manter sua operação pequena, Jussara notou que tinha muito mais liberdade para ser criativa, muito mais tempo para se preocupar com o que realmente importa, e muito mais flexibilidade para mudar e adaptar-se a novos cenários.

A estilista se inspira no movimento artístico Bauhaus porque combina artesanato e artes plásticas. Mas partir daí, ela parte para uma visão mais romântica utilizando os retalhos que sobram dos cortes para criar flores de origami feitas à mão ou patchworks bordados de animais aplicados nas camisas, vestidos e blusas.

Estilista Jussara Lee cria coleções slow fashion com "lixo zero"
Jussara Lee aproveita todos os retalhos que sobram em patchworks bordados aplicados sobre camisas, vestidos e blusas

DEIXE UMA RESPOSTA