A parceria entre a empresa de tricô personalizado Unmade com a tradicional empresa de tricô Johnston of Elgin, ambas do Reino Unido, prova que a personalização em massa pode ser um modelo de produção comercialmente viável para a indústria da moda. A moderna produção em massa e mídia de massa tem facilitado a vida dos consumidores quando compram moda, mas criar seu próprio estilo original é mais desafiador.

Os dias em que as pessoas ficavam vasculhando lojas especializadas em busca do incomum e original parece estar chegando ao fim. Por isso a personalização tem de ser fácil, acessível através de lojas online e entregue diretamente aos consumidores. A Unmade criou um software que possibilita que os clientes possam personalizar o desenho e escolher as cores de linhas do tricô antes da peça ser tricotada na máquina.

A Unmade resolveu o problema de como fazer artigos de moda exclusivos usando as ferramentas de marketing de massa e produção em massa, e ainda ser comercialmente viável.

A Unmade começou a vender sob sua própria marca UMD, mas também fornece personalização para outras marcas de moda, como a Opening Ceremony e a gigante do e-commerce Fartetech. Os clientes são capazes de utilizar a ferramenta de design de personalização na página do produto no site da Farfetch e fazer o pedido, que é enviado diretamente para a produção.

Embora a Unmade possua vários teares da Stoll para fabricar as roupas, eles precisavam de um parceiro de produção de confiança com o conhecimento e flexibilidade para acomodar o projeto. É aí que entra a colaboração com a Johnston of Elgin que tem uma estrutura de produção bem maior.  Leia sobre a colaboração Unmade / Johnstons.

Futuro da moda : personalização em massa através da colaboração stylo urbano-1

A personalização em massa de moda é uma das características da Indústria 4.0 que tornará a fabricação mais democrática, sustentável, barata e eficiente. Com a personalização e produção sob demanda, elimina-se os caros estoques de roupas prontas, desperdício de matérias primas e possibilita que o consumidor o possa participar ativamente do processo de criação da peça.

A plataforma de personalização criado pela Unmade elimina o demorado processo de programação na produção de malhas, além de ser muito inteligente, facilitando e integrado o plano de fabricação. O processo é muito simples depois que os arquivos são transferidos da Farfetch via Nuvem para a fábrica. A personalização está dentro de parâmetros estritamente definidos como a quantidade de cores e padrões de estampa que um cliente pode modificar. Como a roupa só é produzida sob pedido, a ordem reduz o desperdício de fio.

Atualmente, a Unmade está desenvolvendo projetos muito maiores que serão lançados ainda este ano, com fábricas nos EUA e na Ásia. Bem como na Premiere Vision, em Paris, em setembro, a Unmade estará exibindo suas capacidades de personalização no Museu de Arte Moderna (MOMA) de Nova York durante a exposição “Is Fashion Modern?” em Outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA