A empresa Except criou um projeto de renovação de um antigo galpão industrial abandonado em Amsterdam, transformando-o em um espaço de escritório preenchido com vegetação exuberante. O “escritório jardim”, possui módulos de produção de alimentos com base nos sistemas hidropônico e aquapônico e pode ser personalizado para espaços de diferentes tamanhos. Ela é uma cooperativa de mais de 30 cientistas, designers e empreendedores sociais especialistas em desenvolvimento sustentável, e  Juntos desenvolveram conceitos e estratégias que fazem as empresas, indústrias, cidades, edifícios e a vida do dia-a-dia mais eficiente, mais sustentável e mais humano.

O conceito do Crystal Forest se originou a partir da própria busca da equipe da Except por um novo espaço de escritórios em Amsterdam. A equipe encontrou um estaleiro abandonado e decidiram se estabelecer lá, fazendo uma transformação interna do antigo espaço que logo se tornaria parte de uma estratégia mais ampla de design. Durante o processo, eles perceberam que isso poderia ser replicado para diferentes locais.

O Crystal Forest é um sistema modular que pode ser facilmente transportado, montado ou removido em praticamente qualquer local, é totalmente auto-suficiente, e oferece um espaço de negócios viável para uma ampla variedade de desafios imobiliários, incluindo a reutilização adaptativa de galpões industriais. O espaço foi concebido como um enorme estufa de vidro que pode ser rapidamente montada para caber numa grande variedade de espaços. É totalmente auto-suficiente e oferece uma solução sustentável para a reutilização de antigos galpões industriais e edifícios. De acordo com a empresa, é possível replicar a estrutura em qualquer ambiente que tenha, ao menos, 400 metros quadrados de espaço disponível.

A natureza faz parte vital das operações desse projeto. As plantas são irrigadas com a água da chuva coletada pelo telhado que é automaticamente desviada para os vasos de plantas, com nutrientes adicionados ao longo do caminho. As plantas filtram o ar, condicionam e umidificam quando necessário. O Crystal Forest visa reutilizar as antigas fábricas, armazéns e galpões abandonados em estado decadente nas cidades e transformá-los em “escritórios-jardim”. Esses edifícios tem enormes espaços que são inspiradores, mas não foram originariamente projetados para a habitação humana por isso muitas vezes são abandonados ou demolidos quando não tem mais serventia para a industria ou para o comércio.

A refrigeração, ventilação e aparelhos de segurança são muitas vezes dispendiosos para se readaptar a estrutura do edifício. Além disso, o estado monumental de alguns edifícios proíbem ajustes típicos para a construção, tornando qualquer tarefa de reforma muito cara. O sistema Crystal Forest é projetado para apenas estas situações. É um sistema leve e de pouco impacto que pode ser encaixado facilmente em qualquer espaço por ser modular e desmontável.

Tem consumo neutro de energia, ambiente de escritório totalmente equipado que é ideal para os modernos conceitos de coworking e incubadoras de novos negócios. Seu ambiente cheio de plantas é atraente, saudável, e oferece uma infinidade de possibilidades adicionais, incluindo centros hidropônicos de cultivo no local, educação e de conferências e fins de entretenimento. Quantos armazéns, galpões e antigas fábricas abandonadas em São Paulo e Rio de Janeiro, vários deles de valor histórico, não poderiam se transformados em escritórios-jardim de sistema modular?

Eu gosto da ideia da estufa pois visualmente deve fica muito interessante, mas em relação ao clima tropical do Brasil, eu deixaria a estrutura de metal e retiraria os vidros para baratear a custo de instalação, o que acaba com o conceito de estufa original mas tendo várias plantas dentro do galpão com pé direito alto, acredito que já amenizaria o calor interno.

Gostou dessa proposta de reutilizar um galpão industrial abandonado? Comente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA