A moda é sempre vista como a maior forma de expressão individual de estilo e é por isso que tantas empresas de áreas diferentes buscam fazer parcerias com estilistas.  Quando a Hawaiian Airlines rejuvenesceu as cabines de suas aeronaves Boeing B717 no início deste ano, com  assentos mais modernos e leves, a empresa teve que resolver um dilema intrigante: O que fazer com os materiais dos velhos assentos? A solução inovadora da Hawaiian foi exposta ao público em uma exibição na HONOLULU Fashion Week, quando roupas e acessórios modernos feitos de upcycling dos velhos tecidos dos assento numa parceria sustentável com jovens estilistas.

Os graduados em moda do Honolulu Community College – HonCC e designers que participam do The Cut Collective + Creative LabModa foram convidados a participar do projeto “Cabin [to] Couture” da companhia aérea como uma plataforma para mostrar suas habilidades estilísticas usando somente os materiais dos antigos assento.

“Eu recebi um telefonema de Hawaiian Airlines perguntando se tínhamos alunos se formando em moda que pudessem participar de um desafio e eu pensei, como o quê? Eles explicaram que seria dado aos estudante os tecidos dos assentos da primeira classe e classe econômica para criar roupas usáveis ​​”, disse Joy Nagaue, professor do Programa de Tecnologia da Moda na Honolulu Community College. “Eu aceito pois nossos alunos podem fazer qualquer coisa! Estou muito feliz que lhes foi dado esta grande oportunidade. “

Em março, a Hawaiian começou o reequipamento da sua frota com bancos mais leves e modernos e a parceria com a HonCC e The Cut Collective pode reaproveitar grandes quantidades de material de assento não utilizado de uma forma divertida e criativa para demonstrar a responsabilidade social e ambiental da empresa.

“Moda e design sempre foram profundamente enraizados na Hawaiian Airlines”, disse Alisa Onishi, diretora de gerenciamento de marca Hawaiian Airlines. “Este projeto nos permite mostrar a nossa comunidade local de uma forma muito original e única como a reciclagem de materiais e a sustentabilidade são importantes em todos os setores.”

“Todos os dias, os nossos voos levam muitos viajantes a passarem as férias dos seus sonhos em nossas ilhas”, acrescentou Onishi. “Agora, os tecidos dos nossos assentos antigos estão a apoiar um tipo diferente de sonho para os jovens estilistas que estão entrando em nossa comunidade.”

Sete estilistas foram convidados a criar roupas e acessórios dos tecidos retirados de 19 assentos da primeira classe e 23 da classe econômica. Por outro lado a marca de automóveis Ford lançou o desafio “Ford Design Challenge” em parceria com a organização de moda sustentável Redress, onde jovens estilistas europeus e asiáticos utilizaram tecidos e materiais que decoram o interior de seus carros para criar roupas. Veja a seguir as fotos da coleção feita pelos designers com os tecidos de poltronas.

Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-1Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-2Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-3Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-4Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-5Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-6Hawaiian Airlines faz parceria sustentável com jovens estilistas para transformar tecidos de aeronaves em moda stylo urbano-7

DEIXE UMA RESPOSTA