Em 6 de junho, a IBM lançou o Science for Social Good, um novo programa destinado a resolver alguns dos maiores problemas da humanidade, usando a tecnologia de dados do IBM Watson. Uma equipe de pesquisadores, organizações sem fins lucrativos e bolsistas universitários trabalharão em 12 projetos focados em pelo menos uma das Metas de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Esses objetivos descrevem as ameaças mais significativas e as desigualdades que existem no mundo de hoje e como resolver esses problemas até 2030.

Todos os projetos do Science for Social Good fazem uso de dados analíticos, inteligência artificial (AI), e dados científicos para atingir suas metas. Entre os projetos escolhidos para 2017 incluem melhorar as práticas de distribuição de alimentos durante emergências e compartilhá-lo com organizações sem fins lucrativos através de uma ferramenta digital interativa. Outro projeto usará a AI para ajudar adultos com baixos níveis de alfabetização a “terem acesso a um mundo cheio de informação”.

O projeto espera decodificar textos complexos, extrair deles a mensagem básica e apresentá-la aos usuários através de imagens e mensagens faladas simples. Embora o projeto não resolva a crise global de alfabetização, permitirá que os adultos com baixos níveis de alfabetização se envolvam com o texto de forma independente.  O IBM Watson também estará trabalhando em um projeto de combate ao abuso de medicamentos.

Resolvendo problemas sociais com a tecnologia AI

Cada projeto do Science for Social Good foi cuidadosamente projetado para fazer uso de AI, big data e aprendizado de máquina e tem o potencial de mudar milhões de vidas. Desta forma, as equipes poderão agilizar anos ou mesmo décadas de pesquisa para corrigir problemas sociais que teimam em desaparecer. Por exemplo, o projeto de opioides parte da comprovação de que o abuso e dependência de medicamentos começa com uma prescrição médica.

A equipe pode usar habilidades incomparáveis de Watson para reconhecer padrões de dependência, aprender as regras baseadas em evidências para uma prescrição mais responsável, e então desenvolver sistemas de alerta precoce para uso de profissionais de saúde e funcionários de saúde pública.

“Os projetos selecionados para este ano cobrem temas importantes incluindo previsão de novas doenças, promover a inovação, diminuir o analfabetismo e a fome, e ajudar as pessoas a sair da pobreza”, disse o diretor da IBM Research, Arvind Krishna. “O que unifica tudo é que, no fundo, eles exigem grandes avanços na ciência e tecnologia. Armado com a expertise de nossos parceiros e com base em uma riqueza de novos dados, ferramentas e experiências, o Science for Social Good pode oferecer novas soluções para os problemas que nossa sociedade enfrenta “.

As inúmeras aplicações do IBM Watson 

Os computadores nunca foram bons em compreender a linguagem não-matemática, mas um ramo da inteligência artificial chamado aprendizagem de máquina (ML) pretende mudar isso. O ML visa permitir que os computadores possam entender a linguagem natural e lhes permitir raciocinar por si próprios. Quem lidera esse tipo de tecnologia é o Watson da IBM, uma plataforma aberta e acessível a desenvolvedores de todo o mundo.

O que os estilistas podem fazer com o IBM Watson? O sistema cognitivo ajuda a criar novos desenhos de moda, prever tendências entre outras coisas. Este vestido da grife Marchesa muda de cor de acordo com as opiniões do público sobre ele nas redes sociais durante o Met Gala 2016 através da tecnologia IBM Watson.

Uma parceria entre a IBM e a Pinacoteca de São Paulo utiliza todo o poder cognitivo do IBM Watson para aproximar as pessoas das obras de arte. Saiba mais aqui.

O vídeo abaixo resume a parceria do Fleury Medicina e Saúde com a tecnologia  de computação cognitiva do IBM Watson na análise de dados de sequenciamento genético. Esse é o primeiro projeto com Watson na área da Saúde no Brasil. Saiba mais aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA