A tecnologia da realidade virtual terá grande utilidade na indústria da moda. Através da iniciativa Democratic Front Row, organizado pela Tele2 e a Semana de Moda de Estocolmo, pessoas do mundo todo puderam ter assento a primeira fila do desfile da estilista Ida Klamborn. Ida está usando a tecnologia para democratizar os desfiles de moda, substituindo as celebridades nas primeiras filas por robôs com câmeras embutidas, que registraram ao vivo, o que estava acontecendo na passarela para que os fãs da estilista pudesse acompanhar tudo onde estiverem.

Utilizando um smartphone conectado a um óculos de realidade virtual, os fãs da estilista puderam assistir em tempo real as modelos caminharem na passarela, graças a três estilosos robôs construídos de madeira e acrílico. “Pouquíssima pessoas tem a oportunidade de assistir a um desfile de preto na primeira fila, por isso resolvi quebrar as estruturas tradicionais do mundo da moda e mostrar que o futuro nos reserva tantas oportunidades”, diz Ida Klamborn, indicada a designer do ano em 2014 pela revista ELLE da Suécia.

Ida Klamborn utiliza a realidade virtual para democratizar os desfiles de moda stylo urbano-1

Qualquer um pôde assistir ao desfile de Ida Klamborn em tempo real durante o seu show em 3 de fevereiro de 2016 através da aplicativo “Front Row”, que é compatível com o Google Cardboard. Ao pressionar “Like” o usuário pôde assistir o desfile ao vivo no aplicativo que foi transmitido pelos 3 robôs na primeira fila. Os robôs se acenderam num tom de rosa mais intenso expressando instantaneamente as reações dos fãs. Ida Klamborn, então, utilizou os dados e o engajamento para avaliar o seu desfile. A Top Shop para sua coleção de Outono/Inverno 2014 utilizou os óculos VR com a mesma proposta de Ida Klamborn.

“Com o Democratic Front Row queremos mostrar como a conectividade pode ser usada de uma maneira mais imersiva. Nós amamos questionar sabedorias convencionais. O mundo da moda é normalmente fechado para um grupo seleto, mas com esse projeto vamos mudar isso e convidar o público a participar do Fashion Week em Estocolmo”, disse Karl Skoog, Gerente de Engajamento de Marca da operadora de telecomunicações Tele2 que forneceu a tecnologia de realidade virtual para o desfile.

Ida Klamborn utiliza a realidade virtual para democratizar os desfiles de moda stylo urbano-2
Munidos com um smartphone e um Google Cardboard, qualquer um que baixasse o app poderia se transportar para a primeira fila do desfile.

O tema deste ano para a Semana de Moda de Estocolmo foi “Moda e Tecnologia”, e a Democratic Front Row mostrou como a indústria da moda sueca não tem medo de abrir novos caminhos ao abraçar novas tecnologias. Os óculos VR serão utilizados tanto para assistir a um desfile tradicional ao vivo como também para desfiles feito inteiramente em realidade virtual, onde os cenários e as modelos são quase indistinguíveis da realidade.

Ida Klamborn utiliza a realidade virtual para democratizar os desfiles de moda stylo urbano-4
Os três fashionistas robôs câmera de realidade virtual que ficaram na primeira fila

“Usando a tecnologia da realidade virtual, podemos transmitir ao vivo o envolvimento do consumidor que será medido instantaneamente. Isso é incrivelmente útil para marcas e algo que eu acredito que vai se tornar a norma no futuro”, diz Emma Ohlson, secretário-geral da Associação Sueca de Marcas de Moda, organizadora da Semana de Moda de Estocolmo. Veja abaixo a gravação em tempo real feita pelos robôs fashionistas.

https://www.youtube.com/watch?v=O820w3fxgzM

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA