O grupo espanhol Inditex dono da Zara, quer que 10% das peças de vestuário em suas coleções venham de tecidos reciclados ou de origem orgânica. A Inditex quer que a reciclagem de roupas se torne um hábito corriqueiro entre os consumidores espanhóis. Este objetivo faz parte da sua estratégia ambiental até 2020, que visa promover a utilização de tecidos reciclados ​​em suas coleções.

O objetivo da gigante do fast fashion com esta iniciativa é que um em cada dez itens de suas 8 marcas neste ano sejam feitos com fibras têxteis recicladas e de origem orgânica. Um dos pilares do projeto é uma parceria com o prestigiado Massachusetts Institute of Technology (MIT) para a criação de novos tecidos reciclados de alta qualidade. Financiado pela Inditex, o MIT vai lançar um concurso destinado a universidades espanholas e suas equipes de investigação com o objetivo de apresentar projetos no domínio ambiental. Os selecionados receberão uma bolsa de trabalho para desenvolver as suas ideias com especialistas do MIT.

“Queremos alcançar a máxima colaboração de especialistas neste campo, com o qual desenvolveremos tecnologias de reciclagem e novos tecidos”, comunicou a Inditex.

Inditex se alia ao MIT para criar novos tecidos reciclados de alta qualidade stylo urbano

A Zara tem um acordo com a instituição de caridade Caritas para recolher as roupas usadas que seus clientes colocam em recipientes em suas lojas na Espanha e outros países ou entregues via Internet. A Caritas recolhe anualmente 25.000 toneladas de roupas, das quais 180 toneladas são da Inditex: uma parte é vendida como roupas de segunda mão para as pessoas com poucos recursos e outras são recicladas em novos tecidos, que a Inditex usa ​​em suas coleções.

A empresa também colabora com a Caritas na instalação de até 2.000 recipientes para recolha de roupas na rua. A Inditex selou acordos semelhantes com outras organizações como a Oxfam e a Cruz Vermelha. Além de usar tecido reciclados, o grupo espanhol quer promover em suas coleções, matérias-primas sustentáveis como algodão orgânico, cultivado sem fertilizantes químicos ou pesticidas além da nova fibra Refibre criada pela Lenzing feita de algodão reciclado e celulose de madeira e o fio Recover da Hilaturas Ferre feita de algodão reciclado.

O plano para aumentar a utilização de tecidos reciclados pela Inditex é um projeto de “economia circular”, cujo objectivo é que todas as fases do processo de produção, desde a produção do vestuário até as operações de loja, minimizem o impacto ambiental. No novo plano até 2020, a meta é que 100% das lojas da Inditex sejam eco-eficientes para reduzir as suas emissões em 55%.

Fonte : Expansion

DEIXE UMA RESPOSTA