A empresa portuguesa Inovafil está elevando a fiação têxtil para um novo patamar com o desenvolvimento e produção de fios inteligentes com diferentes propriedades funcionais através da combinação de fibras sustentáveis com fibra à base de carbono, capaz de transformar a luz solar em energia térmica, aumentando, assim, a temperatura corporal; fios com libertação de vitamina E, retardadores do envelhecimento da pele e com capacidade de aceleração do processo de cicatrização; fios termorreguladores, com capacidade de regular a temperatura corporal, proporcionando excelente conforto a nível térmico; e  fios com capacidade de gestão de umidade resultantes de uma tecnologia patenteada: drirelease.

A Inovafil investe nos fios diferenciadores e de alto valor acrescentado e nos próximos anos, a empresa pretende dedicar até 50% da sua produção aos tecidos técnicos e funcionais, através do projeto Nidyarn em colaboração com o Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil – 2C2T – e a Fibrenamics, ambos da Universidade do Minho, e cujo principal objetivo é a investigação e o desenvolvimento de fios de elevado desempenho térmico, mecânico e biológico para aplicação em vestuário de alta tecnologia. A empresa tem explorado opções sustentáveis na produção de fios com a utilização de matérias-primas ecológicas como urtigas ou algas marinhas.

DEIXE UMA RESPOSTA