A maioria das pessoas gostam de estar bem vestidas e acompanhar as tendências da moda, mas na maioria das vezes isso não é possível. Estamos limitados pelo tempo, dinheiro e habilidade para escolher quais estilos de roupas ficam melhor. O problema se agrava quando compramos online. Cada loja tem centenas de itens em cada categoria. Produtos de diferentes marcas, cores, estilos e preços.

Isto tudo é muito confuso e fica difícil decidir o que comprar, por isso, escolhemos qualquer produto, que depois de entregue, vamos experimentar e devolver insatisfeitos. O segmento de moda tem o maior número de retornos de e-commerce, de 25% a quase 50%.

Por outro lado, os varejistas são atormentados com a pergunta: “Quantos produtos por categoria eu deve colocar?” A inteligência artificial (AI) pode ser muito útil na gestão do inventário, permitindo que o varejista possa se tornar um curador. Personalizar o conteúdo para cada cliente e lhe mostrar apenas os produtos certos, é mais importante do que ter zilhões de produtos para escolher.

As utilidades da AI na venda de produtos de moda

As marcas de moda estão abraçando cada vez mais essa tecnologia. Se o produto tiver uma boa descrição, os motores de busca de texto irão funcionar perfeitamente. Mas se não tiver uma descrição, usar recursos visuais será uma forma muito mais intuitiva.

Hoje, você pode fazer upload da foto de um item que o inspira e encontrar outros  itens semelhantes online, e você pode até carregar uma imagem e obter uma lista de produtos complementares para montar o seu look!

Inteligência artificial e a realidade virtual revolucionam o e-commerce de moda stylo urbano

Através do aprendizado de máquina, a AI poderá fazer previsões das tendências da moda e ajudar as marcas a personalizarem suas ofertas para cada cliente. O motor de busca da AI lembrará das escolhas individuais e conhecerá os comportamentos de cada clientes para dar uma verdadeira personalização.

As características mais básicas de uma peça de vestuário são sua cor, forma, estampa e tecido. A tecnologia de visão por computador pode ser utilizada para extrair estes atributos e convertê-los em dados que serão processados por algoritmos de aprendizagem automática de moda.

Algorítimos que funcionam como uma mente coletiva de estilistas

Os algoritmos que contextualizam dados, funcionam como uma mente coletiva de centenas de estilistas fazendo o processamento dos dados de consumo da pessoa, a forma do seu corpo, tom de pele, estilo de vida, compras anteriores etc. e com esses dados, escolherá os produtos adequados para cada pessoa, tudo em tempo real.

Nenhum estilista humano conseguiria analisar todos esses dados e fazer recomendações na velocidade e escala necessária pelos varejistas de hoje. O aprendizado de máquina pode facilmente calcular esses vastos conjuntos de dados e ser treinado para aprender correlações entre diferentes atributos e preencher os valores que faltam.

Eles ainda podem processar e aprender a partir do feedback, assim, quanto mais um cliente utilizar o serviço, mais precisos serão os resultados. O complexo processamento nessa escala e velocidade se tornou possível hoje devido aos avanços em 2 grandes áreas da ciência da computação: a visão computacional e a aprendizagem automática.

Dessa forma a inteligência artificial pode conversar com os clientes e responder as perguntas relacionadas ao seu estilo pessoal para selecionar online quais roupas e acessórios poderão lhe agradar mais. Agora, será apenas uma questão de tempo para que cada pessoa tenha uma AI como seu estilista particular para ajudá-lo a se vestir melhor, fazer compras de forma mais inteligente e estar na moda!

A inteligência artificial está sendo usada no e-commerce de luxo.

No ano passado, em setembro, a Net-a-Porter fundiu suas forças com o Grupo Yoox, formando a Ynap. E logo após a fusão do novo grupo de moda de luxo, foi anunciada outra parceria com a IBM. O Grupo Ynap se tornou o maior portal de luxo e-commerce com mais de US $ 1,7 bilhões em receitas no ano passado.

A IBM incorporou seu sistema de AI chamado Watson na plataforma de e-commerce Yoox do Net-a-Porter. O objetivo é melhorar as funções de pesquisa e uma variedade de produtos. Watson é capaz de olhar para o histórico de navegação de compras de um cliente e classificar os produtos em categorias para em seguida, fornecer ao cliente recomendações de compras. A intenção é oferece o melhor serviço ao cliente.

A empresa disse que só no ano passado o tráfego móvel contribuiu com mais de 40% das vendas totais do portal, enquanto as receitas geradas pelo uso da AI melhorou em 180%. O uso da AI, marketing de mídia social, serviços de localização, pagamento móvel e comunicações baseadas em mensagens vão se tornar o diferencial nos próximos anos para quem quiser ter sucesso na indústria da moda.

Myer e eBay lançam loja em realidade virtual!

Agora imagine unir a AI com a realidade virtual para compras de e-commerce? O VR-commerce é uma modalidade de compras totalmente virtual, onde você pode, através da tecnologia de realidade virtual, visitar lojas e comprar produtos virtualmente, uma experiência muito mais divertida e imersiva do o e-commerce que temos hoje.

Criado pela gigante americana eBay em parceria com a australiana Myer, a Virtual Reality Department Store é uma experiência de varejo imersivo personalizado que é acessado através de um óculos VR, o que permite aos clientes fazer compras usando somente seus olhos.

A loja, que terá mais de 8 mil produtos disponíveis, de relógios até tênis, já está disponível para iOS e Android, utilizando qualquer óculos VR compatível com tecnologia VR Mobile, como o Google Cardboard ou o Gear VR.

Para começar, os clientes baixam o aplicativo para seu smartphone e o acoplam ao óculos VR, assim eles podem pesquisar mais de 12.500 itens de linha de produtos da Myer, navegar na loja virtual usando seu olhos.

Eles escolhem uma área de interesse e a loja é customizada segundo suas necessidades, mostrando os produtos mais relevantes primeiro. Quando o cliente estiver interessado em um produto, basta manter o olhar e o produto flutuará em sua direção, rodeado de outros produtos relacionados. Alguns dos itens estão disponíveis para visualização em 3D.

Os espectadores também podem aprender mais sobre qualquer item simplesmente travando os olhos sobre ele, o que faz surgir as especificações do produto, preço e disponibilidade de venda. Finalmente, para acrescentar algo à sua cesta, o cliente simplesmente mantem seus olhos no ícone do cesto e pode então completar as suas compras no aplicativo eBay. Não é fantástico?

DEIXE UMA RESPOSTA