Estradas? Para onde estamos indo, não precisamos de estradas” foi o que disse o cientista maluco Doc Brown dentro de seu DeLorean voador no filme De Volta para o Futuro 2. Alguns dos maiores nomes da tecnologia, inspirados nesse conceito de carro voador, estão criando o futuro do transporte nas grandes cidades com um novo sistema de táxi aéreo. Esse é o caso do avião elétrico autônomo Lilium, desenvolvido por quatro engenheiros e estudantes de doutorado da Universidade Técnica de Munique.

O Lilium é um avião de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL), que por ser elétrico não emite poluição. O avião autônomo é controlado remotamente a partir do solo e pode transporte duas pessoas. Ele completou seu primeiro voo na Alemanha depois de uma série de testes. A empresa Lilium Aviation pretende fazer seu primeiro voo comercial em 2019, e também está considerando lançar uma aeronave de cinco lugares para os serviços de táxi aéreo e de compartilhamento.

Nossas cidades estão sufocadas por um número cada vez maior de carros, crescendo do 1,2 bilhão de hoje para os 2 bilhões até 2035. O jato Lilium para dois passageiros terá uma velocidade estimada de 250 a 300 km / h, e uma  autonomia de bateria de 300 km. Isto deve permitir a aeronave viajar do aeroporto JFK para Manhattan em apenas cinco minutos, em vez dos 56 minutos por estrada, sem poluição.

Os passageiros podem estipular a rota e acompanhar o voo através de um aplicativo de smartphone. A Lilium é uma das últimas empresas a participar da corrida para tornar os “carros voadores” uma realidade. Em alguns anos, além dos carros autônomos de estrada, empresas de transporte compartilhado como a Uber terão enormes frotas de aviões como o Lilium.

Lilium, o táxi aéreo para deslocamento diário nas cidades sem poluição stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA