A marca americana de moda masculina Stantt utiliza um algorítimo especial para fabricar camisas perfeitamente ajustadas ao corpo do cliente usando apenas três medições (peito, cintura e manga) para ser combinadas com um dos 75 tamanhos diferentes criados pela empresa para achar o melhor caimento. Desde a Guerra Civil americana, os tamanhos P/M/G tem sido o sistema de dimensionamento usado para fabricar camisas masculinas.

Naquela época, ele foi usado para confeccionar os uniformes dos soldados. Cento e cinquenta anos depois, o varejo ainda está usando o mesmo sistema de medição. A Stantt acha isso ultrapassado e ineficiente pois apenas 15% dos homens conseguem comprar camisas com bom caimento nos tamanhos P/M/G.

Em contraste, Stantt criou um novo sistema de dimensionamento que dá um perfeito ajuste a 95% dos homens. Além de camisas, a marca começará a vender também camisetas e polos sob medida a partir de Novembro. Todas as peças são feitas de algodão egípcio.

Marca de moda masculina aboliu os tamanhos P/M/G e vende 75 tamanhos diferentes stylo urbano

O modelo operacional e de negócio da empresa é construído em torno do consumidor, com uma cadeia de abastecimento eficiente para apoiá-los na fabricação. A Stantt diferencia-se das outras marcas masculinas por utilizar a tecnologia DataFit, desenvolvida em parceria com a Lectra, para capturar mais de 500 mil pontos de dados a partir do escaneamento em 3D dos corpos de 2 mil homens com idades entre 25 a 35.

Através de modelagem e análise 3D, a equipe da Stantt conseguiu compreender como o corpo humano é construído e como fazer a roupa caber perfeitamente através de 75 tamanhos diferentes. Essa tecnologia foi desenvolvida para solucionar a enorme devolução de roupas compradas pela internet que não cabem perfeitamente no corpo dos clientes. Quando eles recebem as roupas em casa e as experimentam, a maioria das vezes ficam decepcionados com o caimento delas.

Para isso, a Stantt procurou a Lectra, fabricante de equipamentos de alta tecnologia e software usados pela indústria da moda, com sua tecnologia 3D chamada Modaris. A taxa de devolução da Stantt é inferior a 5%, contra a média da indústria de 30-40%. Então, como tudo funciona? Usando nada mais do que uma fita métrica, a Stantt pede ao cliente que tire 3 medições simples: no peito, cintura e tamanho da manga (veja no site) e digite essas medições no algoritmo fornecido no site.

O site então diz ao consumidor qual é o seu tamanho. Mas se o cliente não souber tirar as medias, ele pode se dirigir a um dos três locais de varejo da Stantt em Nova York ou Nova Jersey, onde será medido por um profissional e poderá experimentar os 75 tamanhos diferentes para garantir que tenha encontrado o ajuste certo. Essas lojas não vendem roupas prontas. Atualmente, a Stantt tem 60% de suas vendas no varejo e 40% de suas vendas online. O cliente recebe sua camisa em casa de 7 a 10 dias.

A fabricação é feita na América Central e todo material vem da Europa e é vendido diretamente aos consumidores, evitando a marcação de mais de 100% que se encontra nas lojas especializadas. O tipo de negócio da Stantt é fantástico pois além de utilizar tecnologia avançada para fabricar roupas sob medida com qualidade e mais em conta do que alfaiates, a empresa elimina o estoque de roupas prontas que é a norma na indústria da moda. A Stantt além se ser uma empresa de vanguarda, é uma empresa sustentável.

95cc643fc9b2fd04e6801d6efb87cdb3_original

DEIXE UMA RESPOSTA