A Nurmi é uma marca de moda sustentável de Lahti, na Finlândia criada pela designer Anniina Nurmi, que durante seus estudos de design de moda, começou a questionar a sua escolha de carreira. Aniina queria ser tão sustentável quanto possível em sua vida privada assim como em sua carreira como estilista com marca própria. Logo depois leu um livro sobre design industrial e sustentabilidade ela percebeu que talvez as roupas e a sustentabilidade pudessem ser combinadas. Eu comecei a procurar informações sobre moda sustentável e este tornou-se também o tema da minha tese no ano de 2007.

Após a formatura, Anniina Nurmi começou a trabalhar como designer de sportswear em uma grande empresa finlandesa, mas também durante esse tempo a sua paixão pela sustentabilidade cresceu ainda mais. Na primavera de 2008 ela já tinha ganhado muitas informações sobre este campo e pensou que talvez essa informação poderia ser útil para outras pessoas também. Assim ela criou o blog Vihreät Vaatteet (Roupas verdes).

Logo depois que ela construiu uma webstore para venda de roupas ecológicas provenientes da Alemanha, Reino Unido, Suécia e Finlândia. Anniina queria dar aos consumidores finlandeses alternativas ecológicas mas elegantes de roupas para escolher online. Hoje em dia a loja virtual é administrada por outra empresa, mas este foi o primeiro passo Anniina se tornar uma empreendedora.

Era o ano de 2009, quando a estilista começou a pensar: “Ok, eu escrevo sobre outras marcas ecológicas no meu blog e eu vendo outras roupas de marcas na loja virtual, mas como eu sou uma estilista de formação por que não criar minha própria grife de roupas sustentáveis?” E assim a história da Nurmi começou.

A Nurmi faz roupas de alta qualidade seguindo os preceitos do slow fashion com design minimalista nórdico e processo de produção totalmente transparente para homens e mulheres, o que significa que a empresa pode compartilhar toda a história por trás do desenvolvimento de um produto. Segundo a designer Anniina Nurmi:

“Nós queremos fazer nossa parte em mudar a forma como a indústria da moda trabalha no sentido de um futuro mais sustentável. Isto significa que a construção de um rótulo que não apenas fale sobre sustentabilidade, mas torna realidade a sustentabilidade. Para nós, a sustentabilidade significa qualidade, design, materiais ecológicos, processo de produção respeitadores do ambiente, condições de trabalho éticos e acima de tudo roupas de longa duração, a qual você amará para sempre.”

Nurmi, a marca de moda sustentável da Finlândia que segue a tendência slow fashion stylo urbano-4

Além disso a sustentabilidade significa transparência em toda a cadeia de produção e abertura em todas as atividades de negócios. Quando se trata da cadeia de abastecimento, é crucial saber tudo sobre ele. Anniina Nurmi e sua equipe passam inúmeras horas procurando os melhores fornecedores e parceiros para trabalhar apenas com aqueles que são transparentes sobre seus processos.

Nurmi, a marca de moda sustentável da Finlândia que segue a tendência slow fashion stylo urbano-5

A estilista acha que é importante promover um tipo diferente de moda e acredita que pode realmente fazer a diferença promovendo resultados de sucesso para a revolução da moda sustentável. Anniina acredita que todas as peças devem ser feitas de forma sustentáveis, e que os novos estilistas que estão entrando no mercado e criando suas próprias marcas precisam se juntar para empurrar o movimento slow fashion para a frente e mostrar aos consumidores que as roupas sustentáveis são tão legais esteticamente quanto qualquer outra só que qualidade superior e consciência.

Design e ajuste

A Nurmi lanço sua coleção de calças de brim eco-sustentáveis. As calças da Nurmi são projetadas para durar por um longo tempo no guarda-roupa. Há um estilo para homens e outra para mulheres. O ajuste é slim e estilo minimalista. Todos os detalhes são cuidadosamente pensados e executados com grande precisão.

Materiais

O material das calças de brim é composto de 55% de cânhamo e 45% algodão orgânico.

O algodão orgânico é cultivado na Turquia e tem certificada orgânico pelo Institute for Marketecology (www.imo.ch). O cânhamo é cultivado na China. O fio é fiado e o tecido é fabricado na China. A produção dos tecidos é feita pela Hemp Traders, uma empresa bem estabelecida dos EUA dedicada à sustentabilidade.

O cânhamo é forte e durável e naturalmente ecológica de muitas maneiras. Ele cresce bem sem muitos nutrientes, por isso não precisa de fertilizantes sintéticos. O cânhamo requer pouca irrigação e que pode crescer em regiões áridas. Ele também é resistente a outras ervas daninhas, fazendo com que o uso de herbicidas sintéticos desnecessários.

O algodão orgânico é cultivado sem o uso de fertilizantes ou pesticidas sintéticos. A produção aumenta a biodiversidade e provoca o menor impacto sobre o meio ambiente quanto possível. É proibida a utilização de algodão OGM.

Os tecidos utilizados como forro dos bolsos são de tecidos excedentes da indústria têxtil finlandesa.

Nurmi, a marca de moda sustentável da Finlândia que segue a tendência slow fashion stylo urbano-7

Tingimento

O processo de tingimento no Hemp Jeans começa com o tingimento do fio antes de ser tecido. Um fio é tingido de azul índigo, enquanto o outro é deixado ao natural. Em seguida, eles são tecidos juntos.

Nenhuma branqueamento com cloro é usado. As enzimas são usadas para melhorar a suavidade, resistência e peso do tecido. Ele é tingido com corante de baixo impacto ambiental. A fixação é de 70% ou mais, o sal não é adicionado ao banho de corante. Sem teor de metais pesados. É feita a recuperação do calor e de filtração de água no local.

Produção

O corte, costura e acabamento é feito em uma pequena cidade no leste da Finlândia, Keitele. Embora Keitele seja pequena, lá está localizado o maior fabricante de calças de brim na Escandinávia, M.A.S.I. Company Oy. As calças de brim da Nurmi são feitas do início ao fim em Keitele pelos talentosos trabalhadores da fábrica. As partes do bolso são impressos em Lahti, na Finlândia, pela UNQ Designs.

Os aspectos ecológicos e éticos são levados em consideração. Na Finlândia, as leis ambientais são extremamente rigorosas, os direitos dos trabalhadores são bons, excelentes condições e salário de nível de uma das mais elevadas no mundo.

Acabamento

Nenhum outro acabamento é aplicado na lavagem feita em água leve sem jateamento, nenhuma lavagem com pedras, não há acabamentos químicos. Isso dá o material um toque suave e pré-encolhe o jeans. Desta forma, os jeans são mais confortáveis para usar desde o início e o cliente sabe qual o tamanho pode escolher.

Rótulo de borracha reciclada

A etiqueta é feita de câmaras de ar internos de pneus reciclados. Primeiro, as câmaras de  usadas são lavadas e em seguida, cortadas a laser em Helsínquia, Finlândia pela Laser Cut Studio.

E assim é produzido o Hemp Denim da Nurmi, marca finlandesa focada na moda sustentável e consciente do slow fashion que mostra aos consumidores de forma clara como são produzidas suas roupas e sua preocupação com a sustentabilidade e trabalho ético.

DEIXE UMA RESPOSTA