A Interbrand Madrid publicou em 18 de janeiro, o relatório “Melhores Marcas Espanholas de 2017“, que apresenta as 30 marcas mais valiosas da Espanha e a Zara, do Grupo Inditex, foi eleita a mais valiosa. A sétima edição deste relatório bienal contém as 30 marcas mais valiosas do país, bem como cinco marcas mais disruptivas que estão mudando seus setores.

O tema escolhido para 2017 foi “Dimensões “, que reivindica a dimensão internacional do crescimento das principais marcas da Espanha e em segundo lugar, o caráter multidimensional das marcas, construído a partir de múltiplos fatores que impactam todas as áreas do negócio. Depois de sete edições, a Zara alcançou a primeira posição do ranking depois de ter aumentado seu valor em 45%, atingindo 15,452 bilhões de euros. A Zara é seguida pelo Movistar, Banco Santander, BBVA e Berhska.

O grupo Inditex possui três das top 10 marcas no ranking e todas estão crescendo em valor: Zara (primeiro lugar) com 45%, é a marca que mais cresce no relatório; Bershka (quinto) com 18%, e Massimo Dutti (número nove) com 29%. Na verdade, a indústria da moda é a mais valiosa no ranking espanhol pois o valor adicionado das cinco marcas correspondentes (zara, Bershka, Massimo Dutti, Mango e Desigual) totalizaram 18,767 bilhões de euros, 35% do valor total do ranking.

Na Espanha, as marcas de moda são mais valiosas do que bancos. Amancio Ortega, o fundador da Zara e criador do modelo de fast fashion, é o quarto homem mais rico do mundo com uma fortuna de ‎US$ 71,3 bilhões. O post “O fenômeno do fast fashion: produzir roupas baratas que duram muito pouco nas lojas” mostra através de 11 videos o enorme mercado de fast fashion na Espanha.

Fonte: La Vanguardia

DEIXE UMA RESPOSTA