Com as atuais pesquisas científicas de novos materiais biológicos e artificiais para fabricar tecidos, a moda do futuro promete ser muito mais orgânica, inteligente e sensorial do que tudo que a humanidade já experimentou. Alguns cientistas estão desafiando o “status quo” da indústria da moda e pretendem reinventá-la através da bio-tecnologia, que no futuro próximo, estará mais integrada as nossas roupas. Veja como a biologia se tornou a nova musa da vanguarda da moda.


Uma nova profissão na indústria da moda do futuro será o “designer biológico” que criará um novo nicho de moda, como a designer e pesquisadora Amy Congdon e a criadora da BioCouture e pioneira no conceito de roupas de celulose microbiana, Suzanne Lee. A bio-tecnologia poderá criar novos materiais, expandir as nossas capacidades e desafiar a maneira como pensamos sobre quem fabrica nossas roupas. O Alexander McQueen do futuro poderia ser um designer biológico?

Amy Congdo – designer e pesquisadora

Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-1

Como designer, Amy Congdon está interessada em explorar as conexões  entre o design e ciência, através de uma prática altamente experimental e de investigação orientada. Usando o trabalho de design especulativo, ela investiga as implicações de se envolver com novas tecnologias, como a biotecnologia. O interessante dessa pesquisa com tecidos feitos por bactérias e´que sua fabricação dispensa humanos, serão totalmente biodegradáveis, não produzirão qualquer poluição e utilizarão muito menos água e energia no processo.

Amy utiliza seu trabalho como um veículo para provocar debate e discussão, nas potenciais ramificações do uso de materiais vivos para criar novos produtos de moda. Juntamente com seu trabalho especulativo, Amy continua a trabalhar em laboratório para desenvolver novas culturas de tecidos, para entender as capacidades atuais destas tecnologias e como poderão ser aplicadas em larga escala para se criar tecidos.

Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-2Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-3

Suzanne Lee, criadora da BioCuture

Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-4

Suzanne Lee foi a pioneira na criação de roupas através da utilização de celulose microbiana. Suzanne usou chá fermentado, bactérias, fungos e outros micro-organismos que podem transformar os ingredientes em fibras sustentáveis. O termo BioCouture veio de seu trabalho, e agora ela é uma consultora “bio-criativa”.

Ela também é a “Chief Creative Officer” da Modern Meadow , uma equipe inovadora de cientistas, engenheiros, designers e artesãos baseados em Nova York, que desenvolvem produtos animais cultivadas e exploram novas maneiras para criar materiais sustentáveis de animais, tais como couro criado em laboratório.

Lee também é fundadora do Biofabricate, o principal evento no campo do design, biologia e tecnologia, com foco nos mais modernos e sustentáveis materiais para a indústria. Se os resultados das pesquisas dessas duas mulheres geniais puderem criar um tecido de qualidade, sustentável e bonito em 10 anos, estaremos usando roupas fabricadas por bactérias em laboratório. Já pensou?

Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-6Será que o próximo Alexander McQueen será um designer biológico stylo urbano-7

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA