Muitas vezes, nossos guarda-roupas ficam cheios de roupas que não estão sendo usadas nos últimos anos e, provavelmente, não vamos usá-las novamente. Os brechós sempre são uma ótima opção para vender ou doar  nossas roupas indesejadas para que possam ser usadas novamente. Para o estilista alemão Wilfried Pletzinger, as roupas de segunda mão são a principal matéria prima para criar suas descoladas coleções. Wilfried trabalha garimpando roupas de estilo sportswear em brechós e transformando peças de diferentes cores, logomarcas, tecidos e estampas em itens únicos de streetwear.

Berlim é uma cidade cheia de designers criativos que buscam unir originalidade com sustentabilidade e  hoje a cidade é a maior comunidade de upcyclers na Europa. As coleções de Wilfried são divertidas, inovadoras e cheias de energia com uma pitada do estilo dos anos 70 e 80, variando de peças extravagantes ao casual streetwear confortável. Uma camiseta de hockey ou futebol pode ser descosturada e transformada num vestido de noite,  numa jaqueta ou calça colorida.

O upcycling é uma alternativa sustentável para novas marcas de moda stylo urbano

Embora os tecidos sustentáveis feitos de fibra natural orgânica ou materiais reciclados também podem apresentar uma alternativa sustentável na indústria da moda, o upcycling é a forma mais eficiente para reduzir o consumo e desperdício. O upcycling no entanto apresenta muitos desafios para os estilistas pois não há regras a seguir e para cada item que você encontra, terá que encontrar uma nova maneira de trabalhar com ele além de ficar impossível produzir o mesmo modelo em série.

No entanto, com os estilistas cada vez mais vendo os brechós como uma nova fonte de tecidos, e as nossas roupas velhas como a inspiração, haverá um futuro emocionante para os fashionistas eco conscientes.

DEIXE UMA RESPOSTA