O Vale do Silício na Califórnia há muito tempo tornou-se uma espécie de terra mágica, onde as mentes mais brilhantes de todo o mundo encontram um terreno fértil para moldar o futuro através da tecnologia. A moda parecia alheia a este universo de técnicos e nerds, mas nos dias 12,13 e 14 de Maio de 2015, San Francisco sediou a primeira “Silicon Valley Fashion Week?” no vale. O comunicado de imprensa do evento já antecipava sua imaginação: “Os drones vão desfilar roupas no ar como Gisele Bundchen já fez.”

O Vale do Silício invadiu a moda com seu primeiro Silicon Valley Fashion Week?  stylo urbano-1

“Construa e eles virão”, disse o CEO da Betabrand, Chris Lindland ao inaugurar o Silicon Valley Fashion Week?. O evento muito louco feito especialmente para os amantes da tecnologia e em vez de ter supermodelos, utilizou uma passarela experimental onde desfilaram drones que carregavam algumas roupas e outras tecnologias emergentes. Os “eles” na qual se referiu Chris Lindland, eram mais de mil participantes (os 1.200 bilhetes para o evento esgotaram em três dias). Embora seja um evento tipicamente de nerd, é interessante notar que pessoas que passam a vida desenvolvendo tecnologias avançadas estão de olho na moda.

O Vale do Silício invadiu a moda com seu primeiro Silicon Valley Fashion Week?  stylo urbano-2

O Silicon Valley Fashion Week? é (note o ponto de interrogação) um pouco de sátira, mas acima de tudo o objetivo do evento está em mostrar os novos produtos da tecnologia, dando-lhes uma semana de moda para demostração pública. Mas lembre-se, o que hoje pode parecer uma sátira e brincadeira de alguns nerds, pode amanhã acabar se transformando num evento muito mais sofisticado e sério que vai servir para lançar as tendências da moda tecnológica tanto esportiva como moda fashion.

A tecnologia wearable é muito promissora para o design e moda pois pode ser utilizada para criar relógios, pulseiras, anéis, colares, tecidos, roupas, sapatos e bolsas inteligentes. Tudo isso é um novo nicho de mercado que um evento como o Silicon Valley Fashion Week? poderia explorar e ditar as tendências da moda tecnológica.

Nesse novo nicho de mercado serão os cientistas e tecnólogos que lançarão as tendências da moda tecnológica com novos tecidos e materiais inteligentes e multi-funcionais. Chris Lindland, o criador do SVFW, disse como os desfiles tradicionais de moda poderiam sofrer influencia de algumas de suas idéias:

“Nossa abordagem é certamente mais caótica e livre do que os desfiles de moda tradicionais. Eu acho que a tecnologia wearable estará em todas as pistas em poucos anos. E, sim, eu espero que todo mundo use drones como modelos “. E por que não?

O Vale do Silício invadiu a moda com seu primeiro Silicon Valley Fashion Week?  stylo urbano-3

Já estamos vendo a tecnologia wearable sendo o centro das atenções em aluns desfiles como o Google Glass nas passarelas do New York Fashion Week num desfile de Diane von Furstenberg, a empresa de moda tecnológica CuteCircuit e a talentosa estilista Iris Van Herpen que utiliza a impressão 3D para fazer suas roupas conceituais de alta costura. O mais quente da manufatura aditiva também recebe o seu próprio desfile de moda durante a impressão 3D de Nova Iorque Semana.

Então, qual a importância do Silicon Valley Fashion Week? além de modelos de moda Drone? O evento serve como uma janela para um futuro onde a distinção entre moda e tecnologia desaparece. Será que os drones modelos vão substituir as modelos e daqui a cinco anos, veremos as semanas de moda de Nova York, Londres, Milão, Paris e o Silicon Valley? “Talvez”, respondeu Chris Lindland que já registou a marca “Silicon Valley Fashion Week?” na chance de que existam futuros shows.

O Vale do Silício invadiu a moda com seu primeiro Silicon Valley Fashion Week?  stylo urbano-5

A esperança é que as peças conceituais que aparecem na passarela possam de alguma forma, serem adotada algum dia pelos consumidores. A maioria dos produtos apresentada nos Silicon Valley Fashion Week? são produtos de consumo que já estão ou estarão disponíveis em breve, por isso, se você ver algo que você gostou na passarela do SVFW, as chances são que você possa comprá-los em breve (se não agora). Veja algumas dos designers e empresas que se apresentaram no evento.

Ministry of Supply

Esta empresa de San Francisco com duas lojas de rua, está convencida de que a roupa deve ser uma extensão do corpo. Com uma intensa pesquisa sobre os tecidos, a Ministry of Supply oferece camisas que não enrugam mas transpiram, que secam rapidamente e além disso, são bonitas.

Misfit

swarowsky

A Misfit é responsável pela joia inteligente “Swarovski Shine Slake Set” concebido em colaboração com a Swarovski. Com ele, a proprietária pode monitorar suas atividades de fitness: corrida, caminhada ou natação, e também monitora seu sono. Sem precisar recarregar, usa uma bateria que é trocada a cada  de seis meses.

Heidi Lee

A designer Heidi Lee cria chapéus de impressão 3D super antenados. Seus surreais e grandes chapéus Echo Hat y Vortex Hat começaram a aparecer para revistas e editoriais como o a Vogue Itália em março de 2014.

Sensoree

A leitura da mente nunca esteve tão na moda, como demonstra o coletivo de designers da Sensoree com sua tecnologia mais recente para moda chamado NEUROTiQ, uma cápsula do sensor cerebral que brilha diferentes matizes de luz correspondentes aos pensamentos do utilizador.

O Silicon Valley Fashion Week? é só mais uma mostra do crescente interesse de tecnólogos e cientistas com a indústria da moda. Essas parcerias estão criando vários eventos pelo mundo que estão traçando o futuro da moda como o Descience e Fashion 4WRD que foca na parceria entre cientista e estilista e o Interlaced, FashionNXT, Fashion Tech Week Paris, Decoded Fashion e Fashion Tech Berlin que focam na união da moda com a tecnologia wearable. A moda do futuro promete ser muito mais interativa e emocionante do que é agora, alguém tem dúvida?O Vale do Silício invadiu a moda com seu primeiro Silicon Valley Fashion Week?  stylo urbano-7

DEIXE UMA RESPOSTA