Tomar banho é divertido, mas ele gasta muita água. Uma família média gasta cerca de 40 litros de água por dia somente no chuveiro. O designer industrial Mehrdad Madjoubi se inspirou na tecnologia espacial para uso comercial e criou o inovador chuveiro do futuro OrbSys. A água cai do chuveiro e passa pelo corpo da pessoa. Depois disso, ela cai em um ralo especial que contém dois compartimentos, um com uma microcápsula e outro com uma nanocápsula.

A primeira elimina elementos maiores da corrente de água, como sujeira, areia ou cabelos; enquanto a outra elimina as menores, como germes, partículas de metais e óleos emulsificados. Esse processo deixa a água mais limpa do que aquela que sai das torneiras. Uma vez filtrada, a água é bombeada de volta para o chuveiro.

Um aplicativo rastreia em tempo real e economia de energia e água que são dois passos cruciais para um futuro sustentável para o nosso planeta. O chuveiro do Futuro mostra potencial para ser um sucesso comercial, bem como um avanço ambiental incrível.

O OrbSys é uma unidade compacta tudo-em-um que utiliza cápsulas que reciclam a água aos seus pés, limpando-a para que fique novamente potável para em seguida, retornar para a reutilização. Mehrdad Mahdjoubi diz que uma ducha de 10 minutos no OrbSys utiliza apenas cinco litros (1,3 galões) em comparação com uma ducha comum que utiliza até 150 litros (40 galões). O sistema também economiza 80% nos custos de energia, porque a água reciclada permanece quente e não precisa de muita reaquecimento.

Mehrdad Mahdjoubi teve a ideia, enquanto estudava na Universidade de Lund, na Suécia, antes montar uma incubadora em Malmo. Ele está desde então, trabalhando em parceria com a NASA (que está interessada em idéias que usam menos água nos vôos espaciais) e do investimento recebido de Niklas Zennström , fundador do Skype. As cápsulas do chuveiro devem ser trocadas periodicamente.

A versão micro tem capacidade para filtrar de 10 a 30 mil litros de água, enquanto a nano, algo entre 50 e 100 mil. Os custos também são completamente diferentes, sendo que primeira tem um valor de US$ 25 (R$ 70) e a segunda, US$ 100 (R$ 282).

Como saber se está na hora de trocar as cápsulas? Um LED vai acender no piso do box quando alguma delas precisar ser trocada. Mas o usuário também pode instalar o aplicativo “Measure My Savings”, que vai informar, precisamente, o quanto os compartimentos ainda têm de potência de filtro.

Se você achou o preço das cápsulas alto, vai se espantar com o valor do chuveiro completo: US$ 5 mil. Com esses valores o chuveiro acaba se tornando um luxo dos ricos e não para a classe média, que em termos de proporção, tem uma população muito maior e que gasta muito mais água.

“E se a pessoa fizer xixi durante o banho? A urina vai voltar para a cabeça dela?” Segundo a Orbital Systems, o equipamento tem sensores que reconhecem a qualidade da água que sobe para o chuveiro e determina se o líquido é próprio para banho. Se não for, ele é enviado ao esgoto diretamente e repõe o que foi retirado.

OrbSys, o chuveiro do futuro que recicla a água do seu banho purificando-a novamente stylo urbano-4

DEIXE UMA RESPOSTA