Os talentosos estilistas Dries Van Noten e Gareth Pugh ganham exposições individuais de seus trabalhos em 2015. O trabalha do estilista Dries Van Noten , está sendo apresentado no Museu de Moda MoMu em Antuérpia até 19 de julho. Van Noten levará os visitantes numa viagem íntima em seu universo artístico, onde ele revela a singularidade de seu processo criativo que ele ilustra com suas várias e inúmeras fontes de inspiração. A exposição reúne vários campos artísticos através de um conjunto de referências históricas, pictóricas, étnicas,geográficas e cinematográficas que apontam para outras fontes de inspiração para suas coleções de moda.

Ele selecionou peças de anônimos do século 19 juntamente com estilistas emblemáticos como Elsa Schiaparelli e Christian Dior e estilistas de 1980, para evocar assuntos íntimos, como a juventude, o arquétipo, ambiguidade e paixão. Embora apresente as influências, as analogias e as contradições no trabalho de Dries Van Noten, a exposição combina o design de moda com o mundo das artes decorativas, a fim de ilustrar as técnicas distintas do estilista belga distintas e seu vocabulário estilístico.

A mostra inclui ainda fotografias e vídeos, clipes de filmes, referências musicais, bem como obras de arte por artistas de renome, de coleções públicas e privadas, que provocaram a imaginação do designer ao longo de sua vida e carreira. Graças a empréstimos excepcionais, obras-primas de artistas importantes, como Bronzino, Kees Van Dongen, Yves Klein, Victor Vasarely, Francis Bacon, Elizabeth Peyton e Damien Hirst ( veja abaixo ) estão em exibição em cada seção da mostra. Os filmes de Stanley Kubrick, “Laranja Mecânica” e de Jane Campion, “O Piano”, também fazem parte da exposição.

Já o estilista futurista Gareth Pugh realizou uma retrospectiva na Galeria Melissa em Covent Garden, Londres, em comemoração do 10º aniversário de sua marca. O estilista britânico começou sua carreira aos 14 anos criando figurinos para o Teatro Nacional Francês. Daí vem a influência do seu trabalho que se destaca pela vertente futurista e pela teatralidade. Pugh teve o talento reconhecido com o prêmio de Melhor Novo Designer no British Fashion Council. Celebridades como Kylie Minogue, Beyoncé e Lady Gaga usam suas criações.

O espaço para eventos localizado na 43 King Street é o local da nova loja da marca brasileira de sapatos de plástico Melissa, e foi transformada para abraçar os padrões visuais do projeto conceitual de Gareth Pugh, tanto na entrada da loja como nos demais espaços.

A Melissa é uma colaboradora de longa data de Pugh e é a principal patrocinadora do seu desfile em Londres.

No desfile do designer Inglês do Inverno 2015/2016 apresentada em 21 de Fevereiro, as modelos usaram na passarela os sapatos de plástico Melissa Ascension. Muitos de seus desenhos de arquivo, incluindo um vestido de gaiola, foram exibidos com os sapatos da Melissa na exposição em Londres. A instalação é ajustado contra imagens exclusivas criado por colaborador de longa data de Pugh, cineasta Ruth Hogben. A cartela de cores das coleções de Pugh são monocromáticas pois sempre giram em torno do preto, branco e cinza.

Coleções futuristas do estilista Gareth Pugh
O que achou das exposições de moda dos estilistas Dries Van Noten e Gareth Pugh? Comente.

DEIXE UMA RESPOSTA