A designer britânica Allison Crank criou uma inovadora e surrealista experiência de compra feita inteiramente por realidade virtual que foi premiada pelo Dutch Design Week 2015, e que permite aos usuários encomendar objetos feitos sob medida dentro de um mundo fantástico cheio de anúncios de néon flutuante e animais de jardim zoológico. Allison criou o centro de compras virtual “The Reality Theatre” onde os usuários entram com um Oculus Rift como uma alternativa para o declínio gradual das lojas de varejo da vida real.

Um número crescente de shoppings e lojas de rua estão fechando porque os clientes estão cada vez mais comprando seus produtos online. Os EUA criaram o conceito de Shopping Center nos anos 50 mas desde 2007 não é mais viável construir esses templos de consumo no país por causa do enorme crescimento das lojas de e-commerce. Ao invés de construir mais shoppings, os americanos estão fechando esses centros comerciais.

Allison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_6-min

De certa forma, essa mudança de comportamento dos consumidores acaba sendo sustentável pois graças a internet e da realidade virtual as lojas físicas vão se tornar obsoletas e todo desperdício de matéria prima, energia e água gasto na construção desses espaços físicos será evitado.

O futuro dos centros comerciais não é mais físico e sim virtual, pois as novas tecnologias da realidade virtual e da realidade aumentada irão substituir os shopping ou as lojas físicas”, disse Allison Crank. É o que eu também acredito! Depois de colocar um fone de ouvido, os usuários podem navegar através do centro comercial digital usando um controlador de jogo, para encontrar pessoas virtuais, animais e admirar os anúncios de néon ao longo do caminho.

Allison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_2-min

A designer projetou o shopping para funcionar como um palco para o cliente, e prevê espaços de varejo que serão transformados em “parques infantis para experiências”, onde os consumidores se tornarão atores que também podem influenciar o ambiente circundante. “Eu projetei uma experiência que lhe permite visitar este mundo virtual na forma de um jogo VR: uma narrativa que dá vida a esta ficção e permite-lhe ver como centro comercial funciona”, disse Allison.

Allison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_4-min

A designer acredita que a evolução tecnológica feita pelo Magic Leap , um óculos especial que sobrepõe imagens 3D na visão do utilizador, e o Hololens da Microsoft  irão “revolucionar” a lojas e o design. “Eles podem trazer de volta os valores de consumo que existiam antes das loja de departamento, onde você visitava seu chapeleiro ou costureira para criar itens sob medida”, disse ela. “Itens que permitem ao consumidor ter um papel ativo na sua criação e experiência de imersão em que tudo se desenrola.”

Allison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_3-min

Allison Crank acredita que os designers já não criarão o que eles acreditam que as pessoas querem comprar, mas vão se tornar diretores criativos que irão vender os seus conhecimentos, experiência e provar para os consumidores, facilitando a criação de um novo produto. Com os novos processadores que estão cada vez mais rápidos e minúsculos, a realidade virtual logo se tornaria indistinguível do mundo real e isso se tornará comum até 2025.

Allison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_0-minAllison-Crank_VR-mall_The-Reality-Theatre_movies_dezeen_dezeen_936_5-min

DEIXE UMA RESPOSTA