A startup Evoware da Indonésia criou embalagens feitas de um bioplástico à base de algas que além de biodegradáveis também são comestíveis e nutritivas. Os bioplásticos da Evoware são produzidos diretamente a partir de algas e sem o uso de substâncias químicas tóxicas, dessa forma o biomaterial pode ser consumido com segurança, permitindo aos utilizadores dissolver os sachês de tempero com seu macarrão ou mastigar um hambúrguer ainda fechado na sua embalagem.

Comer Evoware é ainda bom para os consumidores pois o novo material oferece benefícios para a saúde por causa dos ricos nutrientes das algas marinhas. No entanto, se os usuários preferem desfrutar de seus alimentos, sem a embalagem, ou para outros produtos não comestíveis, o material bioplástico pode simplesmente ser jogado fora para se biodegradar e virar adubo, se tornando uma solução real para acabar com os resíduos de embalagens de alimentos e bebidas feitos de petróleo.

Este bioplástico comestível é perfeito para sachês de açúcar, saquinho de café, sachê de tempero, envoltório de hambúrguer e de arroz entre outras coisas. Tem 2 anos de vida útil sem usar conservantes, se dissolve em água morna e é 100% nutritivo. Também pode ser personalizado para diferentes gostos, cores e logotipo da marcas. Este bioplástico é bom para a terra e também para o nosso corpo.

O bioplástico também tem um impacto positivo para os agricultores de algas indonésias pois o maior produtor de algas na Indonésia é na verdade a ilha mais pobre do país. Muitos agricultores de algas marinhas vivem na pobreza e crianças sofrem de desnutrição e sem educação. O sucesso desse negócio significa aumentar seus meios de subsistência e bem-estar.

Evoware também criou uma alternativa que combina seu material à base de algas com a resina das árvores Damar no sul da Ásia. A inclusão desta resina natural atua como um agente para reter firmemente os líquidos. Isso o torna adequado para itens de cuidados pessoais como shampoos e cremes dentais, bem como embalagens de higiene para instrumentos médicos e suprimentos.

A startup lanço os copos comestíveis Ello Jello que são compostáveis e em contato com a terra, se dissolvem em 30 dias tornando-se fertilizantes de plantas. Os copos são feitos a partir de algas marinhas naturais sem conservantes, adoçantes naturais, glúten e gelatina.

Startup Evoware cria bioplástico comestível feito de algas marinhas da Indonésia stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA