Você sabia que 70% dos profissionais estão insatisfeitos com seus empregos? Os jovens de 19 aos 33 anos da geração Y, não querem passar a maior parte de seu tempo em trabalhos chatos que não lhes dê satisfação ou propósito de vida só para ganhar dinheiro. Muitos jovens pelo mundo estão saindo das faculdades para trabalhar em uma startup ou como profissionais freelancers em escritórios compartilhados em vez de trabalhar para grandes empresas.

O ambiente de trabalho nas startups e nos espaços de coworking são mais informais, descolados e empolgantes do que os escritórios padronizados e hierarquizados das corporações. Então, o que mais atrai estes jovens às novas empresas? Aqui estão as cinco principais razões por trás desse interesse dos recém graduados:

1. Maior espaço para a aprendizagem e experimentação. Ter a experiência em primeira mão na gestão dos altos e baixos de uma startup, são apenas algumas das razões que atraem os recém graduados. Trabalhar em tarefas específicas ou repetitivas (como no caso das grandes empresas) não é mais atraente para os jovens profissionais que estão cheios de idéias e energia. Eles querem aprender muito e experimentar coisas novas, aprender novas habilidades, transformar os seus interesses e paixões em tarefas de trabalho, mover-se de um tipo de trabalho para outro, etc. Ganhar uma experiência saudável e tornar-se consciente de seus interesses é o que importa.

2. Eles querem ser importantes para a empresa e não apenas mais um entre centenas. As startups são geralmente dirigidas por jovens empresários, o que faz com que os jovens profissionais se sintam como um igual. Com poucos funcionários, a maioria das startups são organizações planas, onde cada pessoa é valorizada, com poderes, e responsáveis ​​por suas próprias decisões, em vez de prestar relatórios para uma longa hierarquia de gestores. As startups facilmente levam em conta as opiniões e idéias de todos os funcionários / estagiários e isso faz toda diferença pois quem não gosta de expressar suas ideias e ser valorizado por elas?

O site Wittyfeed desenvolveu estas ilustrações únicas, que refletem as diferenças que possam existir entre trabalhar numa startups ou numa corporação. Você se identifica com algum?

[metaslider id=28055]

3. Flexibilidade e equilíbrio na vida profissional. Por serem principalmente de base tecnológica, a maioria das Startups são capazes de oferecer horários flexíveis, e a capacidade de trabalhar em casa ou em coworkings, o que funciona bem para jovens trabalhadores. Já se foi o tempo em que a norma aceita era “A faculdade é o lugar onde você vive sua vida, e o resto da vida é para se ganhar a vida“. Cada vez mais profissionais (especialmente a geração Y) recusam-se a aceitar estes velhos costumes sociais. Eles estão escolhendo uma vida com propósitos em vez de só pensar em dinheiro, e buscam um estilo de vida mais holístico (maior atenção às suas paixões, família, círculos sociais, em vez de passar a vida em torno de apenas trabalho).

4. Eles querem se tornar empresários independentes ou seguir caminhos diferentes da carreira. Estagiar ou trabalhar em uma startup permite aos jovens absorver o máximo possível sobre todos os aspectos da gestão de uma empresa, muitas vezes, na esperança de algum dia lançar suas próprias startups. Para outros, os estágios ou empregos significam a liberdade para fazer algo contrastante: a oportunidade de explorar campos de trabalho diferentes, ou áreas de interesse além do que eles se formaram. Além disso, o ambiente de trabalho numa startup pode ser muito mais aberto a criatividade para os jovens que buscam inovar e experimentar.

Startup x corporativo - onde os jovens da geração Y preferem trabalhar? stylo urbano-1

5. As startups estão recebendo muita atenção dos investidores. As startups são o celeiro de inovações e muitas acabam recebendo vultosos investimentos de empresas de capital de risco devido as novas tecnologias e serviços que desenvolveram. Está havendo um grande crescimento no número de novas startups e elas acabam oferecendo salários satisfatórios, bem como regalias para atrair os jovens profissionais que buscam desafios. Startups e setores de comércio eletrônico estão oferecendo bons salários e por isso estão se tornando mais atraentes.

Existem vários casos de startups que surgiram do nada com uma ideia original e em pouco tempo tornou seus criadores em milionários e os funcionários tiveram seus salários melhorados. Isso com certeza aguça o interesse dos jovens empreendedores que buscam aliar paixão com sucesso financeiro. Portanto, se você preferir mais incerteza e mais flexibilidade, a melhor opção seria uma startup. Se você preferir maior segurança para prever sua programação diária e semanal, além de ter uma estrutura rígida e hierarquizada, pode ser mais apropriado colaborar com uma empresa maior e mais estabelecida.

Startup x corporativo - onde os jovens da geração Y preferem trabalhar? stylo urbano-2

DEIXE UMA RESPOSTA