A ascensão da quarta revolução industrial está afetando todas as indústrias incluindo bancos, fabricação, tecnologia, medicina e também a moda, que está se beneficiando de novas tecnologias. Para a moda, a quarta revolução traz novas fibras, materiais, tecidos, técnicas de fabricação e comercialização, muitas vezes desenvolvidos por startups. Alguns desses novos tecidos terão computação incorporada em suas fibras a um nível microscópico.

Este tipo de tecnologia resultará em roupas que podem ajustar sua temperatura ou armazenar energia como uma bateria, como também tecidos e materiais sustentáveis feitos através de biotecnologia. A quarta revolução industrial poderia trazer muitas soluções para os problemas atuais da indústria da moda, por isso milhares de startups pelo mundo todo estão trabalhando para reimaginar a forma como a moda é projetada, feita, usada, reutilizada e comercializada.

De certa forma, as startups tecnológicas de moda já mudaram o relacionamento entre os consumidores e as marcas, e as formas de pensar sobre a moda. Como a inovação tecnológica continua a mudar o mundo da moda de diferentes maneiras, muitas startups mostraram potencial para perturbar nossos hábitos de compras e alterar a forma como produzimos, visualizamos e comercializamos moda.

Neste post vou apresentar algumas das tecnologias utilizadas por startups para dinamizar o varejo de moda. Outras tecnologias estão sendo desenvolvidas pelas startups para criar uma indústria da moda circular como pode ver aqui, aqui e aqui.

Indústria da moda e os consumidores das gerações Y e Z

Durante décadas, a indústria da moda foi mais lenta do que outras indústrias para adotar novas tecnologias. No entanto, as startups estão dando o próximo passo criando novas tecnologias e serviços digitais que atendam às necessidades das lojas físicas e online. Os tablets e smartphones são os acessórios mais utilizados pelas gerações Y e Z, e que promoveram uma grande transformação na experiência de varejo com a combinação de e-Commerce, m-Commerce e interações na loja. Nos próximos anos veremos uma grande mudança nesta indústria com soluções e serviços criados por startups de tecnologia que perturbarão a indústria da moda como nunca antes.

Serviços baseados em tecnologia para as startups de moda

Hoje, a tecnologia ajuda a gerar inspiração e desejos nos clientes, orientando-os em suas compras. É a tecnologia que está ajudando a determinar quais tipos de roupas e acessórios poderão ser usados em ocasiões específicas e obter feedback. A seguir estão algumas das tecnologias (tem mais) utilizadas por diversas startups para revolucionar a moda.

Pesquisa Visual – uma imagem vale mais do que mil palavras 

As marcas de varejo introduziram a pesquisa visual em seus aplicativos como uma novidade na tecnologia. A pesquisa visual efetivamente utiliza parâmetros como forma, tamanho e cor para localizar produtos específicos e notificar os clientes da disponibilidade online ou numa loja de moda física.

Este método de pesquisa é certamente melhor do que as buscas tradicionais baseadas em texto, uma vez que a dependência não está mais no entendimento do mecanismo de pesquisa sobre a descrição do produto. A pesquisa visual movida por inteligência artificial está gerando grandes retornos de investimento, e continuará a desempenhar um papel fundamental nas inovações tecnológicas no setor da moda.

Assistentes Digitais, Inteligência Artificial e Analytics

Em breve, os usuários aproveitarão os benefícios dos assistentes digitais que servem como consultores de moda pessoais. O Analytics habilita a tecnologia para verificar o calendário do usuário e criar recomendações personalizadas com base na ocasião. Hoje, as empresas envolvidas com a indústria da moda se afastaram da análise simples para adotar Inteligência Artificial, que utilizam técnicas de aprendizado visual e profundo. Isso permite que os varejistas de moda estudem os gostos dos usuários, preferências de moda e níveis de conforto com base em dados demográficos, geografia e tamanho para fornecer recomendações com base em dados do cliente, humor e ocasião.

Dimensionamento Inteligente 

O conceito de “ajuste perfeito” é o diferencial das marcas de moda personalizada e tecnologia ajuda a concluir isso de forma mais eficaz. Os scanners corporais, os softwares que ajudam a comparar tamanhos de diferentes marcas e os provadores virtuais são apenas algumas das formas inovadoras que os varejistas da moda oferecem seus serviços e produtos aos consumidores, cujas tecnologias foram desenvolvidas por startups. Como as taxas de conversão da compra de vestuário são relativamente baixas, este é um conceito de última geração para impulsionar o engajamento do cliente e oferece experiências modernas ao cliente.

A fusão da tecnologia com a moda

As novas tecnologias reorganizam o futuro da indústria da moda de formas óbvias e menos óbvias e as startups são rápidas em adotar essas tecnologias.

Big Data e Analytics 

O uso efetivo de tecnologias como o Big Data & Analytics ajuda a indústria da moda a reduzir o fosso entre as expectativas dos clientes, os padrões de demanda e a produção real. A indústria da moda depende muito da aceitação do cliente e do padrão de uso e os grandes dados combinados com a plataforma de análise direta ajudam a gerar insights, influenciando a tomada de decisões.

O processamento de dados em tempo real, juntamente com a análise histórica, permite que as marcas de moda ofereçam o produto certo para o usuário certo. Isso influencia muito a maneira como os varejistas de moda propõem potenciais compras ao cliente.

Tecnologia Wearable

A tecnologia Wearable vai além dos óculos conectados, a impressão 3D, o tecido de energia solar que recarrega seus aparelhos, camisetas biométricas que rastreiam seus sinais vitais na academia e relógios inteligentes como o Apple Watch. A proliferação de vestuário, acessórios e roupas de fitness que podem fazer tudo, desde monitorar sua freqüência cardíaca para carregar seu smartphone, não mostra sinais de desaceleração. O mercado de tecnologia portátil valerá US $ 34 bilhões até 2020.

Mídia Social

A evolução das mídias sociais permite que o usuário comum tenha interações significativas com as marcas de moda, e essas por outro lado, recebem continuamente os dados das interações do cliente. As redes sociais abrem uma avenida de marketing completamente nova para os varejistas de moda cujos produtos obtêm uma melhor visibilidade, além de eventos e encontros e são vistos por milhões de usuários online como uma solução de tecnologia de nicho para empresas, startups e outras.

Aplicativos Móveis

Dos milhões de aplicativos disponíveis para smartphones, estima-se que um pouco menos de 20% deles atendem à indústria da moda. O M-commerce está  tomando rapidamente o seu lugar na indústria da moda, e agora é possível comprar produtos e acessórios de moda locais e bem conhecidos através de aplicativos móveis com apenas um clique.

Blockchain

A demanda por transparência de onde a roupa vem (país de origem) e como ela é feita (materiais e componentes) está aumentando. Como resultado, muitas empresas estão usando a tecnologia blockchain que permite uma maior transparência e confiança em relação aos bens. O Blockchain pode ser usado para distribuir e armazenar informações do produto, bem como metadados complexos executados sem um único operador centralizado. Dessa forma as marcas tem a capacidade para dar confiança aos consumidores no que estão comprando.

Inteligência Artificial

A IA tem o poder de analisar os dados do mercado e o comportamento do cliente até um nível além da capacidade humana, identificando projetos, padrões e cores que venderão, o que permite que as marcas adaptem a produção e evitem a crise ambiental e os custos econômicos associados aos bens excedentes. Os sistemas de aprendizagem de máquinas fornecem uma vantagem para as marcas quando se trata de detectar, reagir e moldar as mais novas tendências da moda.

Realidade Virtual e Realidade Aumentada

As tecnologias de realidade virtual (RV) e realidade aumentada (RA) tem sido usadas principalmente para jogos e design, mas agora estão se transformando lentamente numa nova ferramenta para estimular o consumidor. Grandes marcas estão usando essas tecnologias para criar experiências imersivas que levam os consumidores a uma viagem pelo mundo da marca. A tecnologia RV nos remove do nosso entorno e nos transporta para um mundo virtual e a tecnologia RA aprimora o mundo real, permitindo-nos desempenhar uma série de funções. Pense Oculus Rift vs Google Glass. Essas tecnologias estão nos forçando a pensar a moda além da fisicalidade de roupas e acessórios pois as experiências imersivas e compartilhadas são mais intensas.

As startups são ágeis e mais receptivas a inovação

Uma startup é pequena o suficiente para agir com liberdade, agilidade e ser mais receptiva. Uma empresa maior já possui produtos estabelecidos no mercado e um sistema de departamentos e hierarquias que muitas vezes gera burocracia. Tudo isso limita novas inovações para as equipes de P & D dessas empresas, enquanto as startups podem acelerar todos os novos projetos.

Uma pesquisa recente com 250 executivos constatou que 40% deles acreditam que as startups estão revolucionando suas indústrias. A maioria dos entrevistados acreditava que as startups possuem vantagens significativas para o mercado em relação às empresas maiores, como uma maior vontade de assumir riscos e mais flexibilidade.

Ao mesmo tempo, 57% disseram que as grandes empresas tornam as coisas mais difíceis para si mesmas, sendo resistentes à mudança. Mas essa resistência pode diminuir à medida que as grandes empresas vêem seu mundo transformado pelas tecnologias inovadoras, produtos e a criação de novos modelos de negócios que as startups estão constantemente desenvolvendo. Em suma, as grandes corporações estão concentrando sua atenção em startups como nunca antes.

À medida que a tecnologia tende a ser mais inteligente, a estética precisa estar em sincronia com as expectativas dos usuários e as tendências. Roupas e acessórios inteligentes e os wearables são uma prova desta combinação interessante. Os desfiles e eventos de moda também estão passando por uma transformação com o uso da realidade virtual e realidade aumentada, e as startups que estão constantemente criando soluções inovadoras e de impacto profundo na indústria da moda. Veja no próximo post quais as startups B2C e B2B que estão revolucionando a moda com tecnologia.

DEIXE UMA RESPOSTA