Luke Swanson e Brooke McEver estavam trabalhando em Bangladesh na mesma época que ocorreu a tragédia na fábrica Rana Plaza onde morreram mais de 1.200 pessoas. Em reação, decidiram fundar uma empresa de acessórios e roupas feitos de materiais sustentáveis e produzidos pelos artesãos locais.

Assim nasceu o Tripty Project que une o artesanato tradicional com o design moderno criando um impacto positivo na comunidade, cultura e meio ambiente, utilizando os resíduos agrícolas da colheita do abacaxi, para transformá-los em tecido.Usando corantes naturais para tingir as fibras que serão tecidas em teares manuais, a linha Tripty de roupas e mochilas é orgulhosamente Made in Bangladesh.

Para Luke Swanson, o negócio principal da Tripty é criar artigos de moda sustentáveis e éticos com o trabalho justo dos artesãos de Bangladesh. Mesmo que sua empresa seja pequena agora, eles se concentram em reinvestir comprado máquinas e treinado os moradores sobre controle de qualidade e eficiência de produção.

Com o Tripty Project, Swanson e McEver querem que os agricultores utilizem todos os resíduos que sobram após a colheita de abacaxi. “Em cada projeto, em cada fase, olhamos para as tarefas, materiais e produtos para ver se há uma maneira melhor de produzir as coisas. Desta forma, o nosso modelo de negócio é um tanto difícil de reproduzir exatamente, mas muito fácil de imitar; É uma mentalidade e abordagem em vez de uma fórmula exata.

Eles acabaram de lançar a sua nova linha de roupas com tecido de abacaxi. Todas as roupas da nova coleção são feitas de tecidos como seda, fibras de abacaxi, algodão orgânico e malhas recicladas provenientes de resíduos de tecidos velhos. É fantástico ver esses novos empreendedores sociais criando marcas de moda sustentáveis em parceria com os artesãos. Iniciativas assim são sempre bem vindas para dar uma nova cara à moda.
Tripty Project utiliza fibra de abacaxi para criar linha de roupas e mochilas stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA