Os vampiros agora poderão sair das trevas e andar de dia com sua VampireBlack, a primeira camiseta preta com nanotecnologia que não aquece ao sol. Roupas de cor escura absorvem a luz solar visível e invisível, o que significa que retem muito mais calor do que roupas de cor clara. O estilista alemão Phoebe Heess, criou uma camiseta de algodão feita com Viperblack, o material mais escuro do mundo criado pela NASA em 2011.

O tecido Viperblack é tratado com o revestimento de nanotecnologia Coldblack, criado pela empresa suíça Schoeller, que reduz a absorção da radiação térmica para que a roupa não aqueça e tem proteção contra raios UV. O Viperblack reflete 40% menos luz que o preto normal

A camiseta preta tratada com Coldblack pode fazer com que a temperatura da pele do usuário fique 9 graus mais fria do que com uma camiseta preta comum. A tecnologia funciona de forma eficiente refletindo a parte infravermelha do espectro da luz, enquanto absorver as partes visíveis e UV. As camisetas Vampireblack também contêm íons de prata para evitar o mal cheio causado por bactérias.

VampireBlack: a primeira camiseta preta high-tech que não se aquece ao sol stylo urbano
Vampireblack, a moda dos vampiros

Phoebe Heess estudou design de moda em Berlim e atualmente trabalha na Adidas e tem sua própria marca. A camiseta VampireBlack custa US $ 77 e pode ser adquirida no site do estilista, sendo que existe em duas versões, uma feminina e outra masculina para aqueles que gostam de usar roupas pretas o tempo todo, não precisem mais ficar abafados nos dias ensolarados. Os vampiros aprovaram a tecnologia!

DEIXE UMA RESPOSTA