A segurança dos trabalhadores da indústria do vestuário nunca foi examinado muito de perto. Houveram várias mortes e incêndios em fábricas em Bangladesh, o segundo maior produtor de roupas baratas do mundo, mas o caso mais famoso foi o colapso do edifício de 8 andares chamado Rana Plaza em 2013, que deixou 1.138 mortos e 2.500 feridos, mostrando ao mundo onde as roupas das grandes varejistas do fast fashion estavam sendo produzidas e de que forma.

Em meio as preocupações sobre a exploração dos trabalhadores ( a maioria é de mulheres) nas oficinas que fabricam para marcas de fast fashion em Bangladesh, esses trabalhadores aparentemente não tinham praticamente nenhum direito trabalhista e a saúde e segurança são praticamente inexistentes, assim a tragédia destacou o custo humano da roupa barata. Muitos empregados viram rachaduras no prédio antes do desabamento, mas foram obrigados a voltar ao trabalho.

Com o desastre do Rana Plaza a indústria do fast fashion poi exposta mundialmente e tudo aquilo que já vinham fazendo por décadas não podia mais ser escondido, assim tiveram que encarar o bombardamento negativo da mídia e dos consumidores.

Zady é uma loja virtual perfeita para designers sustentáveis stylo urbano-1

32 empresas estavam ligadas ao Rana Plaza e se beneficiavam dessa forma de trabalho escravo e segundo o  Rana Plaza Donors Trust Fund, criado para compensar as vítimas e suas famílias, em 8 de Junho de 2015, o valor estipulado para o pagamento às vítimas e seus dependentes é de aproximadamente US$ 30 milhões.

Este montante é suficiente para financiar todos os pagamentos a todos os beneficiários, mas passados 2 anos do desastre um pouco mais de US$17 milhões foi recebido. Veja a lista dos devedores no site da Clean Clothes Campaign.

Enquanto as empresas de fast fashion tentam reparar os danos que tem feito, um grupo de empresas inovadoras de comércio eletrônico focam na transparência de seus negócios. A loja virtual Zady, é um site de comércio eletrônico baseado na transparência de cada passo da fabricação dos produtos vendidos por designers sustentáveis.

A Zady trabalha com marcas de moda e decoração de todo o mundo para mostrar que os produtos são feitos de forma ética e fabricados com materiais de qualidade. A empresa foi lançada há dois anos atrás pelas amigas Maxine Bédat e Soraya Darabi que começaram a plataforma como uma alternativa ao atual “fast fashion”, onde os consumidores tendem a comprar um monte de roupas baratas em vez de algumas peças atemporais e que durem.

Zady é uma loja virtual perfeita para designers sustentáveis stylo urbano-2

Quando as duas fundadoras estavam à procura de fornecedores, elas fizeram uma simples pergunta para os fabricantes de moda: Onde são feitas suas roupas? A maioria das respostas foram vagas, e alguns disseram que era na Ásia. Apenas um punhado de pequenas fábricas americanas e boutiques no exterior estavam ansiosos para falar sobre as origens de seus peças. Estes foram os tipos de fabricantes que Soraya Darabi e Maxine Bédat escolheram trabalhar.

A Zady está em San Francisco da mesma forma que as duas lojas online de moda sustentável, a Cuyana e a Everlane, que estão traçando um caminho intermediário entre os varejistas do mercado de massa, como a H & M, Zara, Forever 21 e das marcas de luxo exclusivas que estão fora do alcance da maioria dos compradores. Elas acreditam que os clientes vão pagar um pouco mais por peças de roupas clássicas, de alta qualidade e acessórios que são feitos de forma ética.

Zady tem atualmente cerca de 136 desses designers em seu site mas também tem uma linha própria. Em cada página do produto, os clientes encontram detalhes sobre onde o produto é feito e quais matérias-primas são usadas. Há também uma biografia dos designers e os perfis das empresas que criam cada produto.

Além disso, a Bootstrap Project um parceiro da Zady, promove empresários de artesanato do mundo em desenvolvimento. Uma parte de cada compra feita na plataforma vai para financiar estas micro-empresas.

A indústria da moda hoje se concentra muito em itens baratos, e por causa disso, há métodos artesanais de confecção de roupas e acessórios que estão sendo perdidos e esquecidos. A Zady oferece o oposto, uma maneira de encontrar facilmente as marcas que usam materiais de alta qualidade, resistentes e com  métodos sustentáveis.

Para os consumidores que se preocupam com os aspectos da moda, esta plataforma torna as compras infinitamente mais fáceis e é uma fonte de inspiração para que outras startups de varejo online surjam no mercado de moda ética.

DEIXE UMA RESPOSTA