O que é a tecnologia wearable? Quem inventou a tecnologia wearable? Qual é o futuro da tecnologia wearable? Estas são apenas algumas perguntas que são feitas todos os dias sobre essa “tecnologia Wearable” que a maioria das pessoas imaginam servir apenas como rastreadores de roupas e dispositivos de fitness, smartwatch ou Google Glass.

Há uma distinção clara entre wearables e tecnologia wearable. Infelizmente, mesmo os chamados “especialistas e gurus” em tecnologias vestíveis ficam confusos com a tecnologia wearable com rastreadores de fitness e smartwatches. Uma história ilustrada da tecnologia wearable é, na minha opinião, a melhor maneira de ajudar as pessoas a encontrar as respostas para as perguntas acima e espero que compreendam a diferença entre wearables e tecnologia wearable.

A história da tecnologia wearable  e seu passado, presente e futuro

A tecnologia wearable  foi criada há muito mais tempo do que você imagina. Muito antes do Google Glass, um óculo foi um dos primeiros wearables do mundo projetado para melhorar a experiência de uma pessoa, permitindo clareza e percepção reforçada.

O primeiro óculos Wearable – 1286

oldest-pair-of-eyeglasses

A bela história da tecnologia wearable começa mais de 700 anos atrás. Antes da lente convexa, o míope tinha que encontrar maneiras mais engenhosas para enxergar. Nero, o imperador romano olhou através de uma esmeralda para ver melhor seus gladiadores lutando e aqui estamos nós, a história da tecnologia wearable começa com os primeiros óculos feitos na Itália em 1286, de acordo com um sermão proferido em 23 de fevereiro de 1306, pelo frade dominicano Giordano da Pisa:

“Não faz nem 20 anos desde que foi encontrada a arte de fazer óculos, feitos para ter uma boa visão… E é tão curto espaço de tempo em que esta arte nova, nunca antes existente, foi descoberta… Eu vi aquele que a descobriu pela primeira vez e praticou, e eu conversei com ele. “

O mais velho anel gravado inteligente – Dinastia Qing (1644 – 1911)

Abacus-ring-is-the-oldest-smart-ring--e1437403956821

Vamos “viajar” para a China para nossa próxima parada sobre a história da tecnologia wearable. Anéis inteligentes podem parecer algo futurista, mas surpreendentemente, a tecnologia deles não é nada de novo. Antes do relógio calculadora, havia um anel inteligente.

O anel mais inteligente do passado se chamava anel ábaco. Desenvolvido na era da dinastia Qing (1644-1911), o anel possui um ábaco de 1,2 centímetros de comprimento, 0,7 centímetros de largura, que se colocava no dedo e apesar de seu pequeno tamanho, o anel funcionava como uma ferramenta de contagem, permitindo aos comerciantes fazer cálculos rápidos.

O primeira relógio inteligente inventado – 1505

Vamos acompanhar a história fascinante da tecnologia wearable para a Alemanha. Pomader (Bisamapfeluhr), um relógio de 1505, é reconhecido como o primeiro dispositivo de cronometragem portátil inventado. Ele era bem diferente dos relógios discretos e extremamente precisos de hoje, o relógio Pomader era grande e bastante impreciso.

No entanto, ao invés de ser simplesmente peças utilitárias, este relógio wearable era um símbolo de status, sendo incrivelmente caro para fazer e comprar. A história da tecnologia wearable está se repetindo em 2015, onde todos saúdem o relógio inteligente da Apple.

Primeira aparição pública gravada da moda tecnológica  – 1884

electric-girls-ballet-1884-new-york

Todos os interessados em tecnologia de moda conhece a marca Cute Circuit, uma empresa com sede em Londres fundada em 2004 por Ryan Genz, mas vocês já ouviram falar das “Meninas elétricas“:

“A introdução das meninas elétricas no ballet contribuiu largamente para tronar a atração da forma espetacular. Meninas com luzes elétricas em suas testas com baterias escondidas dentro de suas roupas iluminam o palco …. Grey River Argus, Volume XXXI, Edição 5032, 8 de Novembro de 1884, Página 1”. Você vê … a história da tecnologia wearable já encenava os seus passos em Nova York (passarela ) há muito tempo atrás.

Primeira câmera wearable – 1907

Pigeons-camera-or-wearables-camera-before-long-go-pro

Muita gente conhece e ama a câmera wearable, GoPro. Como dito acima, a história se repete também com a câmera wearable que não é nada de nova. Fotografia feita por pombos foi uma técnica de fotografia aérea inventada em 1907 pelo farmacêutico alemão Julius Neubronner. Um pombo-correio foi equipado com um cinto de alumínio no peito para que uma câmera leve em miniatura pudesse ser anexada, sendo usada para capturar fotografias aéreas por trás das linhas inimigas.

Atualmente uma equipe britânica desenvolveu um sistema para ajudar a proteger rinocerontes selvagens usando uma combinação de rastreadores GPS, monitores de freqüência cardíaca e câmeras escondidas dentro do chifre do rinoceronte, colocadas de forma indolor para filmar possíveis caçadores de rinocerontes.

Exibição do primeiro Head-Mounted Display, ou HMD – 1960

morton-heiling-sensorama-head-mounted-display-e1437407725868

Em 1960, o diretor de fotografia Morton Heilig, criou uma experiência imersiva de arcade como uma forma primitiva do cinema expandido e realidade virtual, e patenteou a tela da TV estereofônica Head-Mounted Display (HMD). Isto foi seguido por sua patente em 1962 para o “Sensorama Simulator”, um simulador de realidade virtual com guidão, display binocular, cadeira vibratória, caixas de som estereofônicos, ventilador de ar frio e um dispositivo perto do nariz que geraria odores do filme.

Em 1968 Ivan Sutherland criou a “Espada de Dâmocles”, que foi o primeiro óculos de realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) do mundo.

O Primeiro computador wearable – 1960

1st-wearable-computer-in-a-shoe-e1437407339332

Edward Thorp e Claude Shannon, dois professores de matemática do MIT, projetaram e construíram o primeiro computador vestível do mundo na década de 1960, quando os computadores eram do tamanho de uma sala. A invenção de Edward e Claude eram dois dispositivos: um ficava escondido num sapato e o outro foi colocado dentro de um maço de cigarros. Esta dupla de dispositivos ajudaram os matemáticos a predizer com sucesso o resultado de um jogo de roleta.

O primeiro relógio-computador-calculadora de pulso – 1975

pulsar-calculator-watch-e1437408610748

O “Calculator” é o primeiro relógio calculadora de pulso introduzida pela Pulsar no final de 1975, pouco antes do tempo dos Xmas. A primeira “edição limitada” de 100 peças estavam disponíveis em ouro maciço por um preço enorme de US$ 3.950. No entanto, ele foi um sucesso enorme de mercado e alguns meses mais tarde, uma versão mais acessível em aço inoxidável foi oferecida para US$ 550. A calculadora foi criada “Para o homem que tinha tudo até agora”.

O primeiro leitor de música portátil – 1979

sony-walkman-1979-first-portable-music-player

A música portátil pessoal não existia na maior parte da história humana até que o Sony Walkman surgisse. O primeiro dos icônicos toca-fitas cassete portáteis da Sony, Sony Walkman foram colocados à venda no dia 1 de julho de 1979 por US$ 150, e na época ele abalou a indústria fonográfica e fundamentalmente mudou a forma como as pessoas experimentaram música. Isso soa familiar?

Primeiro PC portátil comercializado, dispositivo de jogos e óculos virtual

wearables-in-1980

Os anos 80 e 90 foram a fase pioneira da computação vestível. O primeiro wearable que teve impacto no mercado de massa chegou no final dos anos 1970. Hewlett Packard introduziu seu primeiro relógio calculadora em 1977 por US$ 850 (o equivalente a 2.014 e 3.300 dólares!). Além de suas funções de calculadora, este relógio também armazenava compromissos, nomes, endereços e números de telefone. A quantidade de informação armazenada foi revolucionário para a época, e por um tempo o Casio Databank esteve muito na moda (o cantor Sting usava um no vídeo de“Wrapped Around Your Finger”).

Tecnologia Wearable no início dos anos 90

O sneaker phone. A Sports Illustrated veio com seu telefone tênis como uma promoção “gratuita” para quem assinasse a revista no início dos anos 90. Um tênis e um telefone com fio tudo em um.

Primeiro dispositivo de pagamento touchless, Studio 5050 “MBracelet” – 1999

mbracelet-5050-back

Desenvolvido em 1999 pelo Studio 5050 de Nova Iorque, o protótipo de pulseira inteligente coloridas nunca chegou ao mercado e desapareceu na obsolescência. Incluía o Apple Watch e Apple Pay (pagamento móvel e serviço de carteira digital que permite aos usuários fazer pagamentos). O MBracelet vinha em oito cores brilhantes e tinha a habilidade de computar as transações financeiras com máquinas ATM, essa tecnologia estava além do seu tempo e  parece que foi demais para a época.

Primeiro comercial de moda focado em vestuário inteligente do mundo – início de 2000

wearables-in-2000-and-2006

“A tecnologia da Philips em cada camisa e saia”, diz o manifesto da gigante da eletrônica sobre seus eletrônicos vestíveis no final dos anos 90. Uma colaboração memorável com a Levi produziu o primeiro comercial de vestuário eletrônico vestível do mundo: o Levis CDI + Jacket. O líder do projeto foi o designer Massimo Osti, o sumo sacerdote criador dos sensores embutidos nos tecidos inteligentes.

Primeiro Smartglasses, o Google Glass – 2013

Essencialmente um smartphone com uma tela acoplada nos óculos, o lançamento de teste do Google Glass não saiu como planejado. Muitos estavam preocupados com o potencial de invasão de privacidade, enquanto os usuários reclamaram de dores de cabeça e até mesmo vício ao dispositivo após longos períodos de uso. 2008 vê o aparecimento de pulseira Fitbit que permitia ao usuário acompanhar as seus exercícios, a distância percorrida, calorias queimadas, a intensidade da atividade e padrões de sono.

A Vuzix afirma que seu modelo M100 Vuzix foi o primeiro “Smart Glasses” do mundo, e estava disponível comercialmente bem antes de qualquer outra pessoa, incluindo o Google.

Energia solar entra no mercado de moda wearable – 2014

Com a ajuda de fabricante solar Pvilion, a Tommy Hilfiger lançou em 2013 um par de jaquetas, uma para homens, outra para mulheres, que tem uma variedade de painéis solares flexíveis resistentes a água, que se encaixam nas constas da jaqueta e tem a capacidade de coletar a energia solar para carregar seus gadgets. Um cabo liga a bateria em um dos bolsos frontais, que por sua vez tem uma porta USB dupla, assim você pode carregar dois dispositivos ao mesmo tempo.

Tecnologia wearable e moda wearable – 2015

wearables-in-2015

A tecnologia Wearable tem um passado bonito e não importa o quanto nós nos condicionamos a prever o que vem pela frente ainda, pois nunca poderemos antecipar o futuro completamente. Ela vem como uma onda inesperada, batendo em cima de nós com possibilidades e surpresas. Ainda assim, eu vejo um futuro de sensores incorporados e tecidos inteligentes, um futuro de tecnologia na moda.

Um futuro de sensores de monitoramento, sensores ingeríveis, um futuro de saúde digital. Um futuro de big data; constantemente sincronizados para analisar, interpretar e serem utilizar para um mundo melhor.

Imagens e artigo via WT VOX

DEIXE UMA RESPOSTA