Precisa de um conselho de moda? Pergunte ao personal stylist de algoritmos. Pesquisadores do Instituto de Robótica e Informática Industrial (IRI) de Barcelona juntamente com a Universidade de Toronto, desenvolveram um modelo matemático capaz de avaliar se uma pessoa está ou não elegantemente vestida e dá dicas de como usar melhor suas roupas. Pelo jeito a profissão de personal stylist humano estão com seus dias contados!

O propósito por trás deste projeto era o de construir modelos matemáticos que possam entender o conceito de “moda”, ou seja, entender o que faz um determinado estilo de vestido ser “moda” ou não, e com base nisso, para depois fazer recomendações sobre como se vestir. Para fazer isso, os pesquisadores usaram um banco de dados existente na Internet, com mais de 144.000 fotos partilhadas por usuários com diferentes estilos, juntamente com seus comentários sobre as peças de vestuário a qual a imagem estava associada.

Os criadores deste sistema, foram os pesquisadores Edgar Simo-Serra e Francesc Moreno-Noguerdo do IRI (uma joint venture entre o CSIC e a Universidade Politécnica da Catalunha – UPC), e as pesquisadoras da Universidade de Toronto, Sanja Fidler e Raquel Urtasun. O algoritmo é parte do trabalho “Neuroaesthetics in Fashion: Modeling the Perception of Fashionability“, lançado no congresso da “Computer Vision Foundation” realizado em junho, em Boston (EUA).

Dicas de estilo feitas por um algoritmo matemático

O novo algoritmo é capaz de aprender as tendências da moda através de visão computacional e reconhecimento de padrões, e contrasta essas informações com as “curtidas” recebidas pelos usuários.

Para sua criação, os cientistas combinaram um modelo de rede neural com uma previsão probabilística do tipo “Conditional Random Field”, que leva em conta vários fatores, como o tipo de vestuário, a classe do usuário ou o entorno da imagem. O sistema não só é capaz de aprender e prever como um usuário vai estar “na moda”, mas também pode dar-lhe conselhos de como melhorar o seu estilo. Já pensou?

Você usaria os serviços de um personal stylist de algoritmos? Comente.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA