Segundo a OMS, 500 milhões de pessoas em todo o mundo são afetadas com doenças sexualmente transmissíveis a cada ano. Os relatórios sugerem que o doença do DST é particularmente comuns entre os jovens com idades de 15 a 24. As razões podem ser muitas mas a boa notícia, é que o DST é curável, e tanto o exame como o tratamento se tornou mais fácil com o anel inteligente chamado Hoope que realiza testes para doenças sexualmente transmissíveis em qualquer lugar.

O Hoope tem uma agulha retrátil embutida projetada para detectar sífilis, gonorreia, clamídia e tricomoníase, e permite a coleta de sangue de forma indolor porque o anel tem eletrodos que irão bloquear os receptores de dor tirando o sangue sem dor.  O sangue flui diretamente para um dispositivo microfluídico feito em papel (para detecção de anticorpos), utilizando ação capilar sem bombas ou qualquer fonte de alimentação. Os bio-resíduos são ainda minimizados pela desnaturação de sangue, utilizando produtos químicos especiais.

Anel inteligente faz teste indolor de DST em segundos stylo urbano-1

O Hoope é acompanhado com um aplicativo de smartphone, onde os resultados são automaticamente mostrados e a pessoa pode facilmente saber se tem alguma doença sexualmente transmissível. O aplicativo também pode sugerir um médico próximo para tratamento imediato.

Desenvolvido por uma equipe de três médicos, Damel Mektepbayeva, Ernesto Rodriguez Leal e Irina Rymshina, o anel Hoope não pode ser usado para obter qualquer tipo de teste, mas desde que o anel permite que você faça testes de doenças sexualmente transmissíveis a qualquer hora do dia, você pode manter a infecção sob controle.

Anel inteligente faz teste indolor de DST em segundos stylo urbano-2 Anel inteligente faz teste indolor de DST em segundos stylo urbano-3

DEIXE UMA RESPOSTA