Mariusz Kedzierski nasceu com deficiência, ele não tem as mãos e uma parte dos braços, mas isso não o impediu de perseguir o seu amor pela arte e pelo desenho em particular. O artista autodidata polonês de 23 anos teve que se adaptar a usar instrumentos corriqueiros como canetas, lápis, borracha, pincéis, etc., para fazer o seu corpo executar e alcançar o que qualquer outro artista faria. Ele fez isso com muito trabalho duro até obter os resultados que ele tanto queria, criar retratos hiper-realistas.

Esta é uma citação dele: “Para mim, uma deficiência não significa que eu não posso viver minha própria vida”. A arte tem sido o seu modo de vida desde os 7 anos e desde aquele tempo, Mariusz Kedzierski criou mais de 700 desenhos que lhe custaram 15.000 horas. Ele desenha, segurando um lápis contra as extremidades de seus braços.

Artista que nasceu sem mãos cria retratos hiper-realistas stylo urbano-2

“Cada desenho me leva mais de 20 horas“, disse Kedzierski. “Mas se você quer ser o melhor, você tem que praticar, e você não pode inventar qualquer desculpa.” Kedzierski disse que se sentia muito envergonhado de si mesmo quando criança e utiliza seus retratos para comunicar sua dor. O artista ganhou o segundo prêmio no “Melhor Artista Global”, em Viena, em 2013 e vendeu alguns de seus trabalhos para os EUA, Reino Unido e Coreia do Sul.

Mariusz Kedzierski tem como espaço de trabalho as ruas de cidades europeias como Berlim, Amesterdã, Londres, Paris, Barcelona, Marselha, Veneza, Roma e Atenas. Ele espera que seu espírito aventureiro possa inspirar outros deficientes, ensinando-lhes que as limitações podem ser superadas. Veja seus desenhos e técnica abaixo.

Artista que nasceu sem mãos cria retratos hiper-realistas stylo urbano-1

DEIXE UMA RESPOSTA