Apenas 12% das 355 milhões de mulheres na Índia usar absorventes higiênicos, de acordo com um  estudo . Outro  estudo  revela que uma em cada três mulheres perdem quase um mês de trabalho a cada ano, devido à falta de absorventes higiênicos confiáveis. Mais de 88% delas recorrem a alternativas feitas em casa como pano higienizado entre outras alternativas. Moças com idade entre 12 -18 anos, perdem 50 dias de escola por ano devido à proteção menstrual inadequada.

23% delas desistem quando atingem a puberdade, acrescenta o estudo. Tais incidentes têm aumentado a ocorrência de doenças graves como Infecção do Trato Reprodutivo em 70% das mulheres. Enquanto uma maior sensibilização e produção de absorventes íntimos baratos parece ser a solução possível, a maioria dos absorventes disponíveis no mercado são descartáveis, mas não biodegradáveis.

Querendo resolver o problema e também fazer absorventes de baixo custo disponíveis para as mulheres no país, Saathi, uma empresa indiana pioneira mundial em fabricar absorventes biodegradáveis feitos de fibra de bananeira, que além de sustentáveis são altamente absorventes. Veja este vídeo que mostra como os absorventes Saathi são feitos:

Fundada por um grupo de ex-alunos do MIT, em Dezembro de 2014, a Saathi vende seus absorventes de fibras de bananeira em áreas rurais da Índia para mulheres de baixa renda a uma taxa subsidiada, e planejam começar a vender nos centros urbano e em seu site  a partir do final de 2017.

O aspecto biodegradável dos absorventes da Saathi é o seu diferencial. Todas as matérias-primas são provenientes da Índia, e os produtos são fabricados no país. São os primeiros absorventes biodegradáveis ​​e compostáveis ​​feitos na Índia, onde a fibra de banana é muito abundante e não há falta. Mas além da bananeira a empresa pretende utilizar fibras disponíveis localmente como o coco, bambu, cana, etc. A empresa também pretende expandir sua linha de produtos feitos de fibra de bananeira a partir de 2018.

Fonte: nbcnews

Empresa cria absorventes com fibra de bananeira que são biodegradáveis ​​e compostáveis stylo urbano

DEIXE UMA RESPOSTA