Quase três anos depois de vencer um concurso para projetar um edifício residencial com microapartamentos menores que 37 metros quadrados, o My Micro NY também conhecido como Carmel Place, foi concluído em Fevereiro de 2016. Construído na vizinhança de Kips Bay, em Manhattan, o edifício é o primeiro empreendimento de microapartamentos em Nova York. As suas 55 unidades, 22 dos quais serão acessíveis, variam entre 24 e 33 metros quadrados.

Desde 1987, a prefeitura de Nova York estabeleceu que os imóveis deveriam ter no mínimo 37 metros quadrados, mas a cidade resolveu abrir uma exceção para este projeto que foi lançado como uma solução para a falta de opções de imóveis a preços acessíveis para os solteiros que querem viver em Manhattan sozinhos. Os microapartamentos foram projetados especificamente para tirar o máximo proveito de sua metragem quadrada limitada mas com muito estilo.

My Micro NY - o primeiro edifício de microapartamentos de Nova York  stylo urbano

Cada apartamento vem com um guarda roupa embutido, armários de armazenamento, uma cozinha com geladeira, microondas, máquina de lavar louça e bancada para utensílios de cozinha, uma mesa de escritório que se transforma em mesa de jantar, um banheiro, entre outras coisas. Embora pequeno ele tem uma varanda e grandes janelas que criam uma sensação de ser muito maior. O edifício também irá fornecer um deck na cobertura e espaços comuns como um ginásio e salão de jogos para os residentes.

Os módulos habitacionais são todos pré-fabricados num galpão e depois transportados para o local onde foram instalados. O edifício começou a locação de suas unidades no final de novembro de 2015. Cerca de 22 unidades habitacionais são reservados para os inquilinos com limitações de renda no valor de US $ 950 e o restante, o aluguel custa entre US $ 2.650 e US $ 3.150 por mês. Sessenta mil pessoas se inscreveram para viver nessas unidades, segundo o escritório  nARCHITECTS que o projetou.

Esses empreendimentos imobiliários de microapartamentos pré-fabricados são uma ótima solução para atender a toda uma geração de pessoas que vivem sozinhas e não precisam de tanto espaço para viver, além de ser uma forma prática, rápida e sustentável de se construir um edifício pois evita desperdício de materiais.

DEIXE UMA RESPOSTA