No final do ano passado, a jovem empresa Starship Technologies que foi fundada por ex-co-fundadores do Skype, apresentou ao mundo seu simpático robô autônomo que entrega pequenas mercadorias em casa. O robô pesa 18 Kg quando carregado, capaz de transportar o equivalente a dois sacos de supermercado e dirigir a uma velocidade de 7 km/h.

Starship está lançando um programa de teste no Reino Unido, Alemanha e Suíça, e em breve nos EUA.  Espera-se que os robôs façam as entregas locais dentro de 5-30 minutos a partir de uma central local ou ponto de venda.

Os robôs funcionam com baterias elétricas e podem transportar encomendas ou sacolas de supermercado dentro de um raio de até cinco quilômetros. A empresa tem como potencias clientes, empresas de entrega de encomendas ou supermercados.

Os clientes podem seguir o robô através de uma aplicativo para smartphone e recebem uma mensagem quando a máquina está à frente da porta. O robô é comandado à distância, por um operador, através da Internet, e está equipado com um altifalante para poder comunicar com as pessoas.

“Não se trata de um condutor, nem de um motorista mas de um robô que chega a nossa casa e nos diz que a pizza, a comida indiana ou japonesa está pronta. Vai ser uma experiência completamente diferente para quem encomenda comida”, disse Allan Martinson, diretor da empresa.

Starship Technologies lança robô autônomo que entrega encomendas na porta de casa stylo urbano

O robô possui nove câmaras, vários sensores e tecnologia de geolocalização. Nos próximos meses, vai circular em cinco cidades europeias, de modo a testar a eficácia e a segurança do sistema de entrega de encomendas.

Entre robôs com rodas e drones para entregar mercadorias dentro de uma cidade, com certeza é preferível robôs como esse pois já imaginou um enxame de drones zunindo sob nossas cabeças? Drones são ótimos mas deveriam ser liberados apenas para entregas fora das áreas urbanas. Outro fator importante que deve ser resolvido, é a segurança desses aparelhos para evitar que sejam hackeados e usados para atentados terroristas ou tráfico de drogas.

Isso é uma amostra de como os robôs e carros autônomos aliados a inteligência artificial vão acabar eliminando as profissões de motorista e entregador. A inovação tecnológica não perdoa.

DEIXE UMA RESPOSTA