O estilista americano Zac Posen deslumbrou o mundo com um belíssimo vestido de Cinderela usado pela atriz Claire Danes no Met Gala 2016, cujo apelo tecnológico é brilhar no escuro. Criado pela empresa têxtil italiana Dreamlux, é a segunda vez que vestidos de alta costura com tecidos de fibra óptica são usados no Met Gala pois em 2010 a cantora Kate Perry estreou num vestido luminoso da Cutecircuit. A grife Versace também utilizou o tecido da Dreamlux em seu desfile masculino de Outono/Inverno 2016/2017.

fibra óptica por si só é uma tecnologia muito barata e muito simples, com cabos que custam menos de US$ 0,01 por metro. O Dreamlux é uma organza à base de fibra óptica que se acende e pode ser utilizado com outros tecidos tradicionais como algodão, linho e viscose. O tecido brilha e muda de cor com a ajuda de LEDs e baterias de tensão baixa alimentadas por energia elétrica normal ou por baterias pequenas e recarregáveis. O efeito visual desse tecido é muito parecido com a luminescência das águas vivas.

Além de roupas, bolsas e sapatos ele pode ser utilizado para cortinas, tapetes, toalhas, revestimentos para móveis, papel de parede entre outras utilidades.  É um produto inerte e não-prejudicial para as pessoas e o ambiente ao redor. Seria fantástico se os estilistas Issey Miyake, Iris Van Herpen ou Hussein Chalayan criassem roupas e acessórios com esse tecido. Veja neste vídeo como é confeccionada uma roupa com o tecido de fibra óptica.  Abaixo está o vídeo de apresentação da empresa italiana Dreamlux.

O tecido de fibra óptica tem várias aplicações e pode ser usado por estilistas, decoradores, artistas, designers e arquitetos em seus projetos.

Tecidos de fibra óptica que brilham no escuro invadem a moda e decoração stylo urbano
O estilista italiano de alta costura Federico Sangalli também utilizou o Dreamlux para fazer vestidos e bolsas luminosas. Esse tecido dá uma outra dimensão ao luxo! Afinal que mulher não quer brilhar como uma estrela de cinema? Com esse tecido tecnológica ela pode.

Para o Met Gala desse ano cujo tema foi “Artesanal x Máquina: Moda na era da tecnologia” Zac Posen criou um chamativo vestido que segundo ele:  “é o lugar onde a tecnologia e a fantasia se encontram.” O vestido estilo princesa exigiu 600 horas de trabalho de Posen e sua equipe de seis pessoas. “Eu passei por uma sequência de estágios em todo o processo de drapejar este vestido, brincando com movimento e estrutura para capturar a engenharia emocional“, disse Posen em um comunicado. “O vestido é oco por baixo para segurar sua própria estrutura e os LEDs e baterias que o fazem brilhar.”

O trabalho duro certamente valeu a pena pois deixou em êxtase as Cinderelas que sonham com um vestido deslumbrante em seu casamento. Como estilista, Zac Posen gosta de incorporar elementos de alta tecnologia em seus desenhos de moda. Veja o efeito visual do vestido no escuro. Parece que foi feito com pó de estrelas, fantástico!

DEIXE UMA RESPOSTA